Apostila Básica de Áudio – Manutenção

Sonorização — 3 de março de 2015 11:38

4.4. Manutenção

por: Filippo Valiante Filho

Toda instalação de sonorização requer cuidados para que sua qualidade seja mantida. Muitas vezes é difícil implantar uma cultura de manutenção preventiva, mas ela é sempre mais rápida, menos trabalhosa e mais barata que a manutenção corretiva, aquela quando o equipamento pifou.

Um cuidado básico para a conservação do equipamento é simplesmente cobri-lo. Ter uma flanela sempre a mão também é recomendável.

De tempos em tempos, “desde que curtos”, deve ser feita uma manutenção preventiva básica, onde, além da flanela, entrem em cena alguns panos umedecidos com detergente neutro (umedecido e não molhado), para a limpeza dos equipamentos. Aproveite para desconectar todos os cabos, e limpá-los. Pode-se passar silicone neles. Limpe as espumas que protegem as ventoinhas dos amplificadores. Inspecione os cabos e conectores e refaça, ou substitua, os que não estiverem bons. Enfim, limpeza, verificação e pequenos consertos.

A cada semestre, peça a ajuda de um técnico ou operador bem experiente para uma manutenção mais aprofundada. Essa manutenção deve incluir a limpeza interna dos equipamentos, caixas e cabeamento, inclusive as medusas; aproveite para fazer uma limpeza externa mais cuidadosa também. Deve-se checar o perfeito funcionamento de cada equipamento. Pode ser necessário limpar potenciômetros e botões, o que pode ser feito com um spray específico, ou requerer o trabalho de um técnico. Verifique também a instalação elétrica, a impedância das caixas acústicas e a fixação das mesmas. Troque as espumas dos microfones (wind screens) e, eventualmente, as dos filtros das ventoinhas. Após terminar a manutenção e religar o equipamento, aproveite para verificar novamente a regulagem.


Fonte: Publicado originalmente em: http://www.audionasigrejas.org/Apostila/indice.htm


Item Anterior

Índice Geral

Próximo Item


Tags: ,