Música Incrementa o Sistema Imunológico

Sobre Corpo e a Mente Humanas — 4 de julho de 2014 03:03

Música pode melhorar notavelmente a recuperação de uma ampla gama de condições, incluindo doenças cardíacas, doenças pulmonares e até mesmo resfriados. Embora este campo de estudo ainda seja jovem, em comparação à medicina tradicional ou a farmacologia, já há um consenso de que a música ajuda as pessoas a superar doenças debilitantes.

Como funciona?

Se você está na dúvida se a sua música preferida está sendo boa para a saúde, uma boa coisa é fazer para si mesmo a pergunta, "Essa música me dá vontade de sair quebrando tudo?" Se a resposta for sim, então este não é um bom remédio. Ironicamente, ouvir alguns cantores poderia ajudar a curá-lo de todas as potenciais doenças às quais você estaria exposto se vivesse como esses cantores.

Mas não se engane – doses diárias de Mozart não irão limpar as suas artérias nem consertar uma válvula cardíaca danificada. Mas a música pode ajudar facilitando a recuperação de um procedimento cardíaco, trazendo você de volta ao normal após um ataque cardíaco ou infarto, aliviando o stress e talvez até diminuindo a sua pressão arterial."

A música atua em muitas frentes. Para começar, ela é especialmente boa em reduzir o estresse, ao reduzir os níveis de cortisol, que é o hormônio que o causa. Além de diminuir os níveis de estresse, a música também eleva marcadores imunológicos em seu sistema, criando mais anticorpos para combater doenças. Ela atua, por exemplo, nos níveis de Imunglobulina A (IgA), um tipo de anticorpo presente nas superfícies das mucosas (trato digestivo, pulmões, etc.) e ajuda a prevenir infecções.

Este efeito é de longo prazo: com o tempo, o corpo pode aprender a reconhecer certos tipos de música (especialmente coros ou músicas clássicas) como um reforço imunológico, dando continuidade à melhoria do sistema imunológico.


Fonte: Cracked

Tradução: Levi de Paula Tavares, Junho de 2014


Tags: ,