O Que a Igreja Deve Cantar? – Parte 2

A Adoração — 31 de julho de 2012 10:52

por: Daniel Souza

2. A igreja deve cantar o reino de Deus

Creio que a música é um instrumento profético para a igreja. E sendo assim, como músicos também somos responsáveis diante de Deus na consolidação de nossos irmãos.

O que cantamos pode ou não cooperar com a vontade de Deus. Escrevo isto porque sei (e você também sabe; ou não?) que Deus deseja estabelecer seu reino (governo) na vida das pessoas (Lucas 17:20-21).

Quando o reino de Deus está dentro de alguém esta pessoa vive segundo a vontade do Senhor, em humildade, santidade e obediência.

Volto a dizer que a igreja não precisa de entretenimento musical e sim de um serviço de música que coopere com o Senhor.

Vejamos os textos:

Daí por diante, passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.” (Mateus 4:17)

E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades.” (Mateus 9:35)

E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim.” (Mateus 24:14)

A mensagem do reino traz em seu conteúdo basicamente o arrependimento para com Deus e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo (Atos 20:21). Esta mensagem fala do governo de Deus; da cruz; obediência; santidade; renuncia; etc. É uma mensagem que nos confronta, nos levando a decidir e mudar de atitude; a romper com toda independência e nos submeter a Deus.

A música não deve servir como um “anestésico” para a igreja e sim como um instrumento que leve as pessoas a “fazer as contas”, como Jesus ensinou (Lucas 14:27-33).

Esta era a mensagem de Jesus. Este é o evangelho. Esta mensagem deve ser cantada pela igreja.

[…] Viveremos a mensagem a que estamos freqüentemente expostos. Ninguém se engane. Quem ouve e canta o reino de Deus tem mais chance de viver este reino.


Fonte: http://danielsouzafe7.blogspot.com.br

Tags: , ,