Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 472

Histórias de Hinos — 13 de julho de 2012 23:48

Deus é Tão Bom

Letra: Autor Desconhecido

Título Original: God is So Good

Música: Autor Desconhecido

Texto Bíblico: Provai, e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele se refugia. (Salmo 34:8)


Acompanhe o hino no Youtube


1. Deus é tão bom,
    Deus é tão bom,
    Deus é tão bom,
    Deus é bom pra mim!

2. Deus me quer bem,
    Deus me quer bem,
    Deus me quer bem,
    Deus é bom pra mim!

3. Deus me salvou,
    Deus me salvou,
    Deus me salvou,
    Deus é bom pra mim!

4. Deus me sustém,
    Deus me sustém,
    Deus me sustém,
    Deus é bom pra mim!

5. Deus é amor,
    Deus é amor,
    Deus é amor,
    Deus é bom pra mim!


Esta é a história do Pastor Estéfano Rutuna, o criador da letra e musica do conhecido corinho “Deus é Tão Bom”. Filho de pais muçulmanos, ia a uma escola evangélica na Uganda, sua pátria, apenas para aprender as noções do Francês, matemática, etc. Nenhum dos trezentos alunos foi ali buscar salvação. Mas a dedicação dos mestres impressionou a Estéfano. Começou a conhecer a Bíblia, depois a Jesus, ao ouvi-los se referirem sempre ao amor de Deus. Com doze anos Estéfano se entregou a Cristo. Quando adulto, um dia, foi convidado a ser o Primeiro-Ministro de seu país. Isto o deixou num grande dilema. Sendo um pastor e embaixador de Cristo entre as crianças africanas ele decidiu não aceitar o convite. Preferiu continuar anunciando o amor de Deus.

Mas o governo qualificou a recusa como alta traição contra a pátria; e ele foi tratado como espião. Estéfano foi preso, julgado e condenado à morte. Seria decapitado, e sua família queimada na sua casa. Quando chegou o dia, Estéfano testemunhou a morte de outros condenados, um a um, num total de doze. Mas ele não temia a morte. Sentia-se nas mãos de Deus, a quem amava e que tinha sido tão bom para ele. Lamentava apenas morrer nas mãos dos ímpios. Em sua última oração diante dos verdugos pediu que o Senhor Se dignasse tirar-lhe a vida. Que fizesse uso da tempestade que caía então, enviando um raio para matá-lo.

Nos seus últimos momentos de vida havia um canto de louvor a Deus nos seus lábios. Como rendendo o espírito, cantou um hino que ele próprio compôs, música e letra, sobre a bondade de Deus:

“Deus é tão bom, Deus é tão bom”,
Deus é tão bom, é tão bom pra mim. “

Nesse instante Deus Se pronunciou. Um raio entrou no cárcere e atingiu um dos algozes, matando-o. O temor caiu em todos os carrascos. Ninguém se atrevia a decapitar Estéfano e suspenderam a execução.

No mesmo momento os soldados, que conduziram sua esposa e filhinhos para serem queimados com a casa, ficaram tocados com o testemunho do menino de quatro anos e não tiveram coragem de atear fogo e queimar a criança. O caso foi levado ao presidente, que retirou a sentença de morte, mas expulsou a família da Uganda para não mais voltarem. Vivem atualmente no Quênia.

Sim, “Deus é tão bom! “.

Bibliografia: Meditação dos Juvenis – Casa Publicadora Brasileira, 1993, p. 147.


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar


Tags: