Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 205

Histórias de Hinos — 10 de julho de 2012 23:50

Alvo Mais que a Neve

Letra: Eden Reeder Latta (1839-1915)

Título Original: Blessed Be the Fountain (of Blood)

Música: Henry Southwick Perkins (1833-1914)

Texto Bíblico: Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados são como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que são vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como a lã. (Isaías 1:18)


Acompanhe o hino no Youtube


1. Seja bendito o Cordeiro
Que na cruz por nós padeceu!
Seja bendito Seu sangue
Que por nós pecadores verteu!
Eis-nos no sangue lavados,
Com vestes que tão alvas são,
Nós, pecadores redimidos,
Que de Deus recebemos perdão.

Coro:
Alvo mais que a neve!
Alvo mais que a neve!
Sim, nesse sangue lavado,
Mais alvo que a neve serei.

2. Quão espinhosa a coroa
Que Jesus por nós suportou!
Oh! quão profundas as chagas
Que nos provam o quanto Ele amou!
Há nessas chagas pureza
Para o mais torpe pecador!
Pois que mais alvos que a neve
O Teu sangue nos torna, Senhor.

3. Se nós a Ti confessarmos,
E seguirmos na Tua luz,
Tu não somente perdoas,
Purificas também, ó Jesus;
Sim, e de todo o pecado!
Que maravilha desse amor!
Pois que mais alvos que a neve
O Teu sangue nos torna, Senhor.


“Quase 3.000 anos depois da queda de Davi [no pecado] não precisamos olhar longe para achar os seus sucessores!” Olhemos bem com Don Wyrtzen o Salmo em que este hino é baseado:

Nesta petição muito pessoal ao Senhor, Davi reconhece que ele mesmo não pode, de maneira nenhuma, corrigir sua natureza pecadora. Somente o Deus que o criou pôde purificá-lo, renova-lo e restaurá-lo. (…) Eu também preciso de uma obra profunda de Deus na minha vida. Como Davi, anseio por cirurgia radical espiritual-purificação, restauração, um coração lavado, o poder transformador do Espírito Santo e a (…)recuperação da alegria da minha salvação!

O Cordeiro de Deus pagou um preço muito alto para que nossos pecados pudessem ser perdoados e lavados. O preço foi o seu sangue, a sua morte, o tomar sobre si os nossos pecados. “Aquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus”(II Coríntios 5:21). Este mesmo sangue que nos lava e nos salva na hora em que aceitamos a Cristo como Salvador, nos perdoa e purifica dos nossos pecados confessados, dia após dia(I João 1:9). “Seja Bendito o Cordeiro” deve ser o nosso cântico todos os dias da nossa vida. Um dia, pelo sangue salvador de Jesus, também estaremos com as multidões que proclamam:”Ao que está sentado sobre o trono, e ao cordeiro, seja o louvor e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos” (Apocalipse 5:13).

O autor deste hino muito cantado pelos cristãos brasileiros foi Éden Reeder Latta. A única informação que temos sobre este autor é que nasceu em 1839. Provavelmente, o hino apareceu pela primeira vez na coletânea Sacred Songs and Solos (Cânticos e Solos Sacros) nº. 396, de Sankey 1881. Seu título era The Blood of tue Lamb (O Sangue do Cordeiro).

Esta coletânea indica que a melodia é um arranjo de H. S. Perkins. Assim, presumidos que seja da mesma data. Como no caso de Latta, não há informações disponíveis neste momento sobre Henry Southwick Perkins, o compositor da melodia, além do fato dele ter nascido em 1833 e falecido em 1914.

A excelente adaptação deste hino, feita em 1914, é uma das quase 200 produções do dinâmico evangelista e hinista Henry Maxwell Wright. Como muitas outras, foi incluída em quase todos os hinários evangélicos brasileiros.

Bibliografia: Wyrtzen, Don – Fugue on Forgiveness: Musician Looks at the Psalms, Grand Rapids, MI, Zondervan Publishing House, 1988, p. 231


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar


Tags: