Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 154

Histórias de Hinos — 10 de julho de 2012 23:29

Ó, Vem, Espírito de Amor

Letra: Autor Desconhecido

Título Original: Desconhecido

Música: Thomas Hastings (1784-1872)

Texto Bíblico: Estas coisas vos tenho falado, estando ainda convosco. Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito. (João 14:25 e 26)

Observação: Esta melodia, intitulada Ortonville foi composta para o hino Majestic Sweetness Sits Enthroned de autoria de Samuel Stennett (1727-1795), mas a letra utilizada no Hinário Adventista não é uma tradução direta deste hino.


Acompanhe o hino no Youtube


1. Ó, vem, Espírito de amor,
Poder celestial!
Inspira-nos com santo ardor
Do vivo manancial;
Do vivo manancial.

2. Eleva nosso coração
Do mundo mau e atroz;
E ao Teu amor e salvação
Fiéis sejamos nós;
Fiéis sejamos nós.

3. Concede fé à Tua grei,
E livra-nos do mal.
A nós ensina Tua lei,
Doutrina celestial;
Doutrina celestial.


Thomas Hastings compôs a melodia ORTONVILLE, para o hino Majestic Sweetness Sits Enthroned (Ternura Majestosa Está Entronizada) de Samuel Stennett (pioneiro intrépido batista na produção e no uso de hinos no século XVII, na Inglaterra). Hastings publicou-a na sua coletânea Manhattan Collection (Coletânea de Manhattan), em 1837.

Filho de médico, nascido no interior do Estado de Connecticut, EUA, em 1784, Hastings era um albino extremamente míope. Recebeu pouca instrução formal. Mudou-se, com sua família (por trenó puxado a bois) até o município de Oneida, Estado de Nova Iorque, aos 12 anos. Foi autodidata em música e começou a reger corais aos 18 anos.

Enquanto dirigia a Sociedade Musical do município de Oneida , fez a célebre coletânea Utica Collection, (Coletânea de Utica) em 1816, mais tarde chamada Música Sacra.

Hastings mudou-se para Utica, Estado de Nova Iorque, em 1828, para assumir a redação do semanário religioso, Western Recorder (Registro Ocidental). Depois, mudando para a cidade de Nova Iorque, uniu-se a Lowell Mason para publicar Spiritual Songs for Social Worship (Cânticos Espirituais para Adoração). Ali regeu alguns coros, incluindo o coro da igreja Presbiteriana de Bleecker Street. Fundou a revista musical, Musical Magazine, em 1836. Recebeu o Doutorado em música (honoris causa) em 1858, pela Universidade de Nova Iorque.

Hasting é considerado o segundo personagem (o primeiro é Lowell Mason) a estabelecer na igreja, por meio de composição, regência, ensino e publicação, a norma européia de teoria, notação e estilo. Harmonizou melodias dos índios em Indian Melodies, (1845), mas sempre foi contrário ao uso de hinos com melodias folclóricas. Era apóstolo da teoria científica de composição e criticismo, de muita influência no meio do século XIX.

Calcula-se que Hastings tenha escrito 600 hinos e 1000 melodias e compilado, juntamente com William Bradbury, 50 coletâneas, inclusive a Coletânea Mendelssohn, muito divulgada e aceita. Como residente na cidade de Nova Iorque por 40 anos, influiu bastante na formação da música sacra e secular daquela cidade. De fato, Hastings ajudou Lowell Mason a estabelecer Nova Iorque como centro de publicações da educação musical americana. Faleceu naquela cidade em 1872.


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar


Tags: