Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 050

Histórias de Hinos — 10 de julho de 2012 23:29

Num Berço de Palha

Letra: Autor Desconhecido / John T. McFarland (1851-1913)

Título Original: Away in a Manger

Música: James Ramsey Murray (1841-1905)

Texto Bíblico: E logo que os anjos se retiraram deles para o céu, diziam os pastores uns aos outros: Vamos já até Belém, e vejamos isso que aconteceu e que o Senhor nos deu a conhecer. Foram, pois, a toda a pressa, e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura; (Lucas 2:15 e 16)

Observação: 1ª e 2ª estrofes de autor desconhecido, publicadas no “Little Children’s Book for Schools and Families” (Pequeno Livro das Crianças Para Escolas e Famílias), compilado por J. C. File em 1885. A 3ª esftofe é de autoria de John T. McFarland (1851-1913).


Acompanhe o hino no Youtube


1. Num berço de palha dormia Jesus,
0 meigo Menino, coberto de luz,
Num rude presépio, à noite, em Belém,
Enquanto as estrelas brilhavam além.

2. Acorda o Menino o gado a mugir,
Mas Ele não chora, Se põe a sorrir.
Eu Te amo, Menino nascido em Belém;
Ó, guia meus pés no caminho do bem.

3. Bem perto de nós permanece, ó Senhor,
Guardando-nos sempre com Teu santo amor;
Contigo queremos pra sempre ficar;
Ó, dá-nos entrada no Teu doce lar.


Em muitos hinários do passado , este hino tem sido chamado Luther’s Cradle Hymn (O Hino do Berço de Lutero). Por quê? E por que não é chamado assim? Há uma série de gravuras da família de Martinho Lutero, feitas por G. F. L. König, no início do século XIX. Num livro por T. B. Stork, chamado Luther At Home (Lutero em Casa) de 1855, uma das gravuras foi colocado como frontispício. A legenda do livro diz: O Cântico de Natal, de Lutero, escrito para seu próprio filho, Hans, ainda é cantado”. Esta frase , que não definiu qual o hino de Natal, foi citado no livro Dainty Songs for Lads and Lasses (Cânticos Mimosos para Meninos e Meninas) por James R. Murray em 1887, definido o hino Num Berço de Palha como Luther’s Cradle Hymn. Infelizmente, nenhum original deste hino pôde ser achado nos escritos de Lutero.

Pesquisas cuidadosas de Richard S. Hill revelam que as primeiras duas estrofes deste hino americano, provavelmente escritas por alguém no Estado de Pensilvânia, são de 1884-1885. O hino (com duas estrofes) foi publicado pela primeira vez numa coletânea, Little Children’s Book (Livro das Criancinhas), autorizada pelo Concílio Geral das igrejas Luteranas Evangélicas na América do Norte em 1885. Uma terceira estrofe apareceu anonimamente no hinário de Charles H. Gabriel, chamado Gabriel’s Vineyard Songs (Cânticos do Vinhedo de Gabriel) publicado em 1892. Entretanto, o bispo William F. Anderson, da Igreja Metodista Episcopal, nos dá uma história sobe a terceira estrofe, atribuindo-a ao Dr. John T. McFarland, então secretário da Junta das Escolas Dominicais.

“Quando eu era secretário da junta de Educação (1904-1908), pedi [a McFarland] que escrevesse uma terceira estrofe. [Em resposta] foi ao seu escritório [pertinho] e dentro duma hora trouxe-me a estofe começando “Jesus, ao meu lado vem sempre ficar”, (. . . ) Foi a primeira vez que foi publicada.”

John Thomas McFaland nasceu em Mount Vernon, Estado de Indiana, em 2 de janeiro de 1851. Fez seus estudos de graduação na Universidade Wesleyana de Iowa, vindo a formar-se pela Faculdade Simpson. Estudou teologia na Escola de Teologia da Universidade de Boston, Estado de Massachussetts. Depois de pastorear diversas igrejas em vários estados, tornou-se secretário da União das Escolas Bíblicas da Igreja Metodista Episcopal. Sua contribuição mais marcante foi colocar o plano de Graded Lessons (planejamento de lições da Escola Bíblica Dominical de acordo com as faixas etárias dos alunos) diante das Escolas Bíblicas Dominicais do mundo inteiro. Foi criticado por esta inovação, mas a Conferência Geral da sua denominação deu-lhe um voto de confiança “que um primeiro ministro de qualquer grande nação poderia invejar”. O uso universal deste sistema de ensino nas Escolas Bíblicas hoje demonstra o valor da sua contribuição. Antes da sua morte súbita no seu lar em Mapelwood, Estado de Nova Jersey, em 22 de novembro de 1913, a McFarland foi conferido o Doutorado em Letras (Honoris Causa).

James Ramsey Murray (1841-1905) nasceu de ascendência escocesa em Andover, Estado de Massachutts, EUA. Estudou com Lowell Mason, George Root, William Bradbury e outros no Instituto de Música de North Reading, daquele Estado. Mais tarde, trabalhou na firma Root& Cady em Chicago, depois desistiu aquela firma, voltou para Andover e ensinou música por alguns anos. Associou-se à Companhia John Church (uma publicadora evangélica) em 1881, chefiando o departamento de publicações e redigindo sua revista mensal. Murray compôs um grande número de hinos para Escolas Bíblicas, gospel hymns e peças corais. Editou numerosas coletâneas desses mesmos estilos de hinos e antemas. Seu último projeto foi uma edição das operas do proeminente compositor Richard Wagner, para a qual fez uma tradução para o inglês.

Bibliografia: ANDERSON, William F. , In; McCulchan, Robert Guy, Our Hymnody, Second Edition, Nashiville, TN, Abingdon Press, 1937. p. 436


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar


Tags: