Pergunta 66: Como fazer para improvisar?

Diana Goulart: Existem livros que dão dicas e explicam a teoria necessária para a improvisação vocal – harmonia, escalas, modos, patterns e muito mais.

Se você já conhece teoria musical e harmonia, há algumas dicas simples para começar: use arpejos de acordes. Escolha uma música bem simples e examine os acordes. Então cante, uma por uma, as notas que formam cada acorde da música (fundamental, terça, quinta, sétima, nona). Brinque com

estas notas, faça ritmos diferentes, crie frases. Depois cante estas frases que você inventou dentro do tempo apropriado dentro da música. Ou seja, em vez de cantar a melodia da música você vai cantar as notas que formam os acordes. Vai ficar um improviso bem simples, sem notas dissonantes.

Depois de bem familiarizado com este processo, você pode começar a usar notas de passagem entre uma nota de acorde e outra; experimente e deixe seu ouvido guiá-lo! Grave, escute atentamente, mostre a um cantor experiente ou a um amigo músico.


Voltar para o Índice de Perguntas e Respostas sobre Canto


Diana Goulart é professora de Canto, fonoaudióloga, pesquisadora do canto e palestrante sobre diversos temas ligados à voz e ao canto. Para informações mais detalhadas, visite http://www.dianagoulart.com.br


Veja nota dos editores do Música Sacra e Adoração