Pergunta 42: Cantar em coral é bom ou faz mal para a voz?

Diana Goulart: Cantar em grupo é sem dúvida uma das maneiras mais fascinantes de se fazer música. O sentimento de ser parte de um “instrumento”, a consciência de que sua voz, somada à dos colegas, resulta numa sonoridade única e harmoniosa, tudo isso traz um prazer que só pode ser compreendido por quem faz ou já fez parte de um coral ou grupo vocal. Cada um é responsável por sua parte, mas ao mesmo tempo ele tem que estar perfeitamente sintonizado com os colegas. Ele aprende a ouvir o outro sem perder a sua individualidade.

Somente esta característica já seria razão suficiente para que a prática do canto em grupo fosse recomendada para todas as pessoas em qualquer idade; mas podemos citar ainda outros aspectos positivos: o coral cria ou aprofunda vínculos afetivos entre os participantes, estimulando o espírito de cooperação e o trabalho em equipe; estimula a autoconfiança e a confiança nos parceiros; melhora a capacidade de concentração; reduz significativamente o “stress”; e os exercícios vocais, bem conduzidos por um preparador vocal competente, trazem benefícios também para a voz falada, melhorando a capacidade de comunicação.

O cuidado fundamental é escolher um coral dirigido por um profissional competente e que conheça as peculiaridades e características do seu instrumento – um regente de coral precisa conhecer a voz humana, explorar suas possibilidades e respeitar suas limitações dentro da música! Se tiver a capacitação, poderá ele próprio cuidar da preparação técnica das vozes; se não, pode fazer um excelente trabalho em conjunto com um professor/preparador vocal especializado.

Existem muitos corais bem orientados. Procure um deles!


Voltar para o Índice de Perguntas e Respostas sobre Canto


Diana Goulart é professora de Canto, fonoaudióloga, pesquisadora do canto e palestrante sobre diversos temas ligados à voz e ao canto. Para informações mais detalhadas, visite http://www.dianagoulart.com.br


Veja nota dos editores do Música Sacra e Adoração