Pergunta 38: Noto que fico cansado depois de cantar. Por que isto acontece?

Diana Goulart: Você deve estar fazendo mais esforço do que deveria para cantar. Aqui estão algumas possíveis causas, com sugestões para diminuir o problema:

1. Você nunca faz aquecimento antes de começar a cantar.

Sugestão: Comece agora mesmo a reunir exercícios de aquecimento vocal e faça de sua prática um hábito. Fale com um professor, converse com um fonoaudiólogo ou preparador vocal, procure livros que tragam CDs de vocalises e monte seu “kit”.

2. Você está cantando por horas a fio, sem intervalo.

Sugestão: Passe a controlar o seu tempo, conceda-se alguns momentos de descanso entre as músicas.

3. Você canta após um dia inteiro de trabalho no escritório.

Sugestão: Cantar é bom e relaxa; mas procure fazer um trabalho vocal mais leve durante a semana, e deixe os ensaios mais longos para o fim de semana.

4. Você está cantando num ambiente muito barulhento, sem microfone ou com um microfone ruim.

Sugestão: Compre urgentemente um bom microfone e aprenda tudo o que puder sobre o seu uso e a sua regulagem; se for possível, mude o local dos ensaios e/ou apresentações.

5. Os músicos da sua banda tocam muito alto e você não consegue se ouvir.

Sugestão: Se sua voz é muito fraca, com pouca projeção, estudar canto será a solução para aumentar a sua intensidade; de qualquer forma, tente conversar com a banda, explicando que é impossível cantar sem se ouvir!

6. Você não sabe controlar a respiração quando canta.

Sugestão: Aula de canto, já!

7. Enquanto canta, você faz muitos gestos, levanta os ombros, tensiona o rosto, aperta o pescoço, levanta o queixo.

Sugestão: Cada estilo de canto pede um tipo de comportamento no palco. Mas em nenhum deles é necessário fazer tantos gestos, especialmente com a cabeça e o pescoço. É comum vermos os cantores sertanejos levantarem o queixo e balançarem a cabeça enquanto cantam notas agudas; isso não tem nenhum fundamento técnico. É apenas um hábito postural, que traz prejuízo vocal a longo prazo. Quanto mais você puder manter relaxados os ombros, cabeça e pescoço, tanto melhor para sua voz.

É claro que você não vai cantar parado, pois é preciso ter expressão corporal e facial; mas isso não precisa ser feito às custas de uma grande tensão muscular. A menos, é claro, que você cante rock pesado – neste caso, a preparação é mais intensa e inclui, além do estudo de canto, um condicionamento físico vigoroso.


Voltar para o Índice de Perguntas e Respostas sobre Canto


Diana Goulart é professora de Canto, fonoaudióloga, pesquisadora do canto e palestrante sobre diversos temas ligados à voz e ao canto. Para informações mais detalhadas, visite http://www.dianagoulart.com.br


Veja nota dos editores do Música Sacra e Adoração