Pergunta 26: Na puberdade, quando a voz muda, é preciso parar de cantar?

Diana Goulart: A muda vocal faz parte do desenvolvimento de todas as pessoas, ocorrendo ao redor de 13-15 anos nos meninos e de 12-14 anos nas meninas (nos meninos a mudança é bem mais perceptível do que nas meninas). Este fenômeno é fruto do crescimento da laringe, que acompanha o crescimento corporal geral, e da ação dos hormônios, que atingem novos níveis. (11)

O efeito sonoro que percebemos é conhecido: a voz se torna mais grave, mais cheia, perdendo as características de voz infantil. Nas mulheres a mudança é mais sutil e costuma transcorrer sem maiores traumas; nos homens, a muda é mais radical e podem surgir problemas durante o período de transição – a voz sai mais grave numa hora e no instante seguinte sai “fininha”. O controle fica mais difícil e se mistura à busca de uma identidade adulta e aos questionamentos típicos da adolescência. É um período complicado!

Provavelmente não é este o melhor momento para se começar a cantar, principalmente se a muda vocal está sendo vivenciada de maneira problemática. No entanto, se o menino ou a menina já costuma cantar e participa de uma atividade musical bem orientada, não há razão para se afastar – ao contrário, cantar pode ser um excelente apoio psicológico para este momento.


(11) BEHLAU, 2001, p. 54-61


Voltar para o Índice de Perguntas e Respostas sobre Canto


Diana Goulart é professora de Canto, fonoaudióloga, pesquisadora do canto e palestrante sobre diversos temas ligados à voz e ao canto. Para informações mais detalhadas, visite http://www.dianagoulart.com.br


Veja nota dos editores do Música Sacra e Adoração