Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 122

O Que Penso de Meu Mestre

Letra e Música: Charles Frederick Weigle (1871-1966)

Título Original: No One Ever Cared for Me Like Jesus

Texto Bíblico: Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós. Logo muito mais, sendo agora justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque se nós, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida. E não somente isso, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora temos recebido a reconciliação. (Romanos 5:8-11)


Acompanhe o hino no Youtube


1. Vou contar-vos o que penso de meu Mestre,
Como dEle recebi a luz e a paz;
El’ mudou-me, eu bem sei, completamente;
Só Jesus a minha alma satisfaz.

Coro:
Sempre cuidará de mim, meu Mestre,
Com desvelo e compaixão sem fim!
Nenhum outro tira a culpa do pecado.
Oh! como Ele ama a mim!

2. Com a vida toda cheia de pecado,
Na miséria e com dor no coração
El’ me ergueu com braços fortes de ternura,
Deu-me vida, deu-me paz, consolação.

3. Cada dia Ele vem, com segurança,
Mais e mais me revelar o Seu amor;
Como anelo compreender completamente
Esse dom tão divinal, restaurador!

4. Meu maior desejo agora é honrá-Lo,
Proclamar o que Ele fez pra me salvar;
E cantando esse amor inigualável,
Quero a Deus a minha vida consagrar.


Charles Frederick Weigle nasceu em 20 de Novembro de 1871 em LaFayette, Indiana, na família de um padeiro alemão luterano temente a Deus e sua esposa. Um dentre doze filhos, cinco meninos e sete meninas, o jovem Charles acostumou-se a ouvir seu pai orar e, a cada manhã antes do desjejum, a leitura da Bíblia era observada, nos momentos de adoração da família.

Quando Charles tinha doze anos, a Igreja Metodista de Lafayette realizou uma série de reuniões de reavivamento. Um grande número de seus amigos e colegas de brincadeiras se convenceram e foram à frente durante o curso das reuniões. Isto deixou uma forte impressão sobre o jovem Charles. Embora ele tenha resistido mais do que a maioria dos outros, certa noite uma forte conscientização de que ele estava perdido veio sobre ele e Charles converteu-se.

Conforme crescia, seu profundo interesse pela música levou-o a freqüentar o Conservatório de Música de Cincinnati, onde recebeu o treinamento que posteriormente o ajudou em seu ministério. Charles não apenas tornou-se um pregador inspirado, mas também era um talentoso compositor, tendo escrito mais de 1.000 melodias.

A melodia mais famosa de Charles Weigle, “O Que Penso de Meu Mestre”, foi o produto de um dos mais tenebrosos períodos de sua vida. Ele passou a maior parte de sua vida como um pregador itinerante e autor de canções evangélicas. Um dia, depois de voltar para casa, após uma cruzada evangélica, encontrou um nota deixada por sua esposa de muitos anos. A nota dizia simplesmente que ela (que era de uma família rica) estava farta de ser a esposa de um evangelista itinerante e que o estava abandonando.

O historiador Kenneth W. Osbeck, autor do livro Amazing Grace (Preciosa Graça), escreve que durante vários anos seguintes Charles Weigle sentiu-se tão desanimado que pensou até em suicídio. Ele até mesmo se perguntava se alguém realmente se preocupava com ele, mas após algum tempo sua fé foi restaurada e ele sentiu-se novamente ativo na causa de Deus. Logo sentiu-se impulsionado a escrever um cântico que seria um resumo de sua triste experiência passada.

De um coração que havia sido quebrado vieram estas palavras que Deus deu para confortá-lo.


Fonte: Publicado originalmente em: http://delightedhomemaker.blogspot.com/2009/06/behind-song-no-one-ever-cared-for-me.html

Traduzido por Levi de Paula Tavares em Maio de 2010


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar