Deus Como Músico

por: Wanderley Gazeta

As evidências de que a música faz parte do ambiente onde Deus habita estão relatadas em diversas partes da Bíblia. A começar pelo cântico que Moisés e o povo hebreu entoaram depois que atravessaram o Mar Vermelho. Em todas as liturgias de adoração, a música era parte integrante, como ainda é até hoje.

Em Deuteronômio 31:19 há referências de um cântico que Deus deu aos hebreus para que o escrevessem e os ensinassem aos filhos.

Como referência à música da melhor qualidade, cuja beleza não pode ser expressa ou descrita, utilizamos a expressão “música do céu” ou “música divina”. Não há dúvidas de que no céu a música é um veículo da expressão de adoração e de reconhecimento. Assim como Deus criou seres com o talento da música, Ele é a fonte original deste dom. Assim como as cores, como notas que se misturam criando maravilhosas paisagens e imagens, a música, equivalente às cores, misturam-se criando melodias e harmonias que parecem nos fazer flutuar ao ouvi-las. É possível imaginar a vida sem o doce som das melodias? A começar pelo trinar dos pássaros, os sons da natureza fazem bem aos ouvidos

Como uma dádiva de Deus, o talento musical revela o valor que Ele atribui para a música e quanto ela é importante para a dinâmica da vida. Ela atua sobre a emoção e a razão. Ela pode influenciar em decisões, criar motivação, interferir no desempenho e muitas outras formas de estimular ou desestimular em ações humanas.

Na descrição que João faz da Nova Terra, músicos aos milhares participam da apoteótica adoração a Deus com o cântico dos 144.000 (Apocalipse 14:3). Ficamos ansiosos diante da expectativa dessa ocasião. Quão maravilhoso será ouvir e participar deste coral. Imagine o arranjo e os instrumentos que estão preparados para esta apresentação! Será simplesmente magnífica e única essa ocasião!

Pense:As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que O amam.” (I Coríntios 2:9).

Desafio: Deixemos que tudo quanto é belo em nosso lar terrestre nos lembre o rio de cristal e os campos verdejantes, as árvores farfalhantes e as fontes vivas, a cidade resplendente e os cantores vestidos de vestes brancas de nosso lar celestial – aquele mundo de beleza que nenhum artista pode pintar, nenhuma língua mortal descrever.” (Ellen White em O Lar Adventista, pág. 545)


Fonte: Publicado originalmente em http://www.escolanoar.org.br/Novo/blog_pt.asp?nivel=adultos_pt&data=13/3/2012