Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 10 – Adoração: Do Exílio à Restauração

Comentários do Pr. Otoniel Tavares de Carvalho


Texto Central: “Vocês têm plantado muito, e colhido pouco. Vocês comem, mas não se fartam. Bebem, mas não se satisfazem. Vestem-se, mas não se aquecem. Aquele que recebe salário, recebe-o para colocá-lo numa bolsa furada.” (Ageu 1:6 – NVI)

Leitura Bíblica Da Semana: Neemias 1; Jeremias 29:10 a 14; Ezequiel 8; Daniel 3; Ageu 1; Zacarias 1:1 a 6.


Introdução

Por causa de suas muitas transgressões (leia II Crônicas 36:14 a 16 e Daniel 9:1 a 18), o reino de Judá foi levado ao cativeiro em Babilônia, e ali deveria ficar como nação em exílio por setenta anos. Deus, por misericórdia, determinou que seria assim. O reino de Israel do norte, com capital em Samaria, já havia deixado de existir desde 722AC, quando os assírios dominara a região e espalharam os israelitas que ali viviam, fazendo-os morar dispersos em muitos lugares estranhos. Como o MESSIAS prometido por Deus a Israel nasceria no reino do sul, em Judá, Deus não destruiu ainda o reino do sul, ou reino de Judá. Puniu-os com setenta anos de cativeiro em Babilônia por setenta anos, prometendo refazer o reino depois desse tempo e até que o Messias estivesse presente em Israel. Depois, através de uma profecia dada a Daniel (leia Daniel 9:24 a 27), Deus envia o anjo Gabriel para revelar a Daniel qual seria a agenda de Deus para Israel desde o tempo do retorno do cativeiro babilônico e persa, até a chegada do Messias, e também um pouco depois. Deus daria SETENTA SEMANAS PROFÉTICAS, ou seja, 490 dias/anos, para o reino de Judá se reconstruir física, ética, moral, social e espiritualmente. Se nesse período o reino do sul, Judá, rejeitasse entrar em aliança com o “UNGIDO” (Messias, Cristo), então o reino étnico de Judá (Israel) cessaria para sempre no formato em que existira até então, e Deus somente consideraria Seu Reino na Terra a IGREJA, ou seja, o Israel segundo a fé, formado por judeus e gentios crentes em Jesus, a COMUNIDADE DA NOVA ALIANÇA, formada por pessoas salvas pela Graça de Deus, mediante a fé e o batismo por imersão em águas (leia Mateus 28:18 a 20 e Marcos 16:15-16).


Lição de Domingo
“Filho do Homem, Você Viu…?”
(Ezequiel 8)

O que estava acontecendo entre os judeus em relação à adoração nesse período de crise ética, moral e religiosa?

Deus revelou a Ezequiel coisas espantosas que estavam ocorrendo em e com os adoradores em Judá:

“Ele me disse: Filho do homem, levanta agora os olhos para o norte. Levantei os olhos para lá, e eis que do lado do norte, à porta do altar, estava esta imagem dos ciúmes, à entrada. Disse-me ainda: Filho do homem, vês o que eles estão fazendo? As grandes abominações que a casa de Israel faz aqui, para que me afaste do Meu santuário? Pois verás ainda maiores abominações. Ele me levou à porta do átrio; olhei, e eis que havia um buraco na parede. Cavei na parede, e eis que havia uma porta. Disse-me: Entra e vê as terríveis abominações que eles fazem aqui. Entrei e vi; eis que toda forma de répteis e de animais abomináveis e de todos os ídolos da casa de Israel, pintados na parede em todo o redor. Setenta homens dos anciãos da casa de Israel, com Jazanias, filho de Safã, que se achava no meio deles, estavam em pé, diante das pinturas, tendo cada um na mão o seu incensário; e subia o aroma da nuvem de incenso. Então me disse: Viste, filho do homem, o que os anciãos da casa de Israel fazem nas trevas, cada um nas suas câmaras pintadas de imagens? Pois dizem: O Senhor não nos vê; o Senhor abandonou a terra. Disse-me ainda: Tornarás a ver maiores abominações que eles estão fazendo. Levou-me à entrada da porta da Casa do Senhor, que está do lado norte, e eis que estava ali mulheres assentadas chorando a Tamuz. Disse-me: Vês, filho do homem? Verás ainda abominações maiores do que estas. Levou-me para o átrio de dentro da Casa do Senhor, e eis que estavam à entrada do templo do Senhor, entre o pórtico e o altar, cerca de vinte e cinco homens, de costas para o templo do Senhor e com o rosto para o Oriente; adoravam o Sol, virados para o Oriente. …Pelo que também Eu os tratarei com furor; os Meus olhos não pouparão, nem terei piedade. Ainda que Me gritem aos ouvidos em alta voz, nem assim os ouvirei.” Ezequiel 8:5 a 16 e 18.

Sem comentários. A ira de Deus sobre os adoradores que assim procedem é justa.


Lição de Segunda-Feira
Adorando a Imagem
(Daniel 3; Jeremias 29:10-14; Ageu 1)

“Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais.” (Jeremias 29:11)

“Buscar-Me-eis e Me achareis quando Me buscardes de todo o vosso coração.”Jeremias 29:13.

Deus quer ser achado pelo Seu povo, e por todos os que O buscam com fome e sede de salvação. Qualquer pessoa que se sinta necessitada de amor, apoio, fé, ajuda, compreensão, justiça, perdão e salvação, pode ir a Deus, em nome de Jesus, e dEle receberá tudo de que mais necessita. Os pensamentos de Deus a nosso respeito não são pensamentos de nos fazer o mal e nos destruir, mas ternos pensamentos de misericórdia, de amor e de perdão. Deus é rico em perdoar (leia Isaías 55:7).

Israel, tanto do norte como também do sul, andaram em caminhos de perdição. Deus foi à procura deles, e lhes ofereceu perdão, justiça e redenção. Israel andou em e por caminhos perigosos. A mesma história se repete hoje com os cristãos. Muitos cristãos andam por desvios e atalhos, lugares não autorizados por Jesus Cristo para um crente andar por eles. Muitos conseguem ainda ouvir a voz do Pastor, retornam aos braços de Jesus, e se salvam. Mas muitos cristãos desviados do bom caminho jamais retornarão para Jesus. Morrerão em pecado para a morte eterna deles. É triste dizer isto, mas é o preço amargo que se paga por decisões erradas.

Você, meu irmão, que está lendo este comentário: Por quais caminhos você está andando hoje? Tem certeza de que está indo pelo caminho certo, que conduz ao Céu e à vida eterna? Ou você tem muitas dúvidas sobre o caminho pelo qual está hoje andando? Se você já sabe que está em caminho de perdição, por que não agir de forma inteligente, afastando-se de tal caminho de morte? “Há caminhos que ao homem parecem direito, mas o final deles é a morte” (Provérbios 14:12).


Lição de Quarta-Feira
Onde Estão Agora os Seus Antepassados?
(Zacarias 1:1-6)

É bom e muito útil que cada pessoa aprenda a fazer reflexões pessoais, tomando tempo para analisar sua vida passada, passando-a em revista crítica, à luz da Palavra de Deus. Eu costumo a fazer isto muitas vezes ao longo do ano. Mentalmente, retorno ao meu mais remoto passado, quando eu era ainda uma criança, e analiso passo a passo minha caminhada pela vida, até meus dias de hoje. E dessas minhas reflexões pessoais aprendo muito. Vejo mentalmente tudo o que fiz de certo e de errado. Descubro meus próprios defeitos de caráter, pois foram eles que me fizeram errar multiplicadas vezes. Descubro meus pontos fracos, onde preciso trabalhar mais para fortalecer-me espiritualmente, pedindo ao Espírito Santo que me dê um reforço de poder e graça divina nessas áreas vulneráveis do meu caráter. Eu sei onde se encontra cada um desses pontos fracos. Peço perdão a Deus pelas quedas, peço Sua Graça, e peço coragem e poder para me separar do mal que me faz cair. Isto me ajuda a ficar espiritualmente mais forte, e alerta para as novas tentações do diabo, seus ataques a meus pontos fracos.

Deus pede aos israelitas que considerem sua história passada. E o Senhor lhes disse:

“Não sejais como vossos pais [antepassados], a quem clamavam os primeiros profetas, dizendo: ‘Assim diz o Senhor dos Exércitos: Convertei-vos, agora, dos vossos maus caminhos e das vossas más obras’; mas [eles] não ouviram, nem Me atenderam, diz o Senhor [leia II Crônicas 36:12 a 16].” Zacarias 1:4. E Deus, pela boca do profeta Zacarias, pergunta aos israelitas pós-exílio: “Vossos pais, onde estão eles? E os profetas, acaso vivem para sempre?” Zacarias 1:5.

A Carta aos Hebreus apela aos cristãos hebreus dos tempos messiânicos, os anos posteriores à Cruz de Cristo, dizendo:

“Tende cuidado, irmãos, jamais aconteça haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo. Pelo contrário, exortai-vos mutuamente cada dia, durante o tempo que se chama hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado. Porque nos temos tornado participantes de Cristo, se, de fato, guardarmos firme, até ao fim, a confiança [fé]que desde o princípio tivemos. Enquanto se diz: HOJE, SE OUVIRDES A SUA VOZ, NÃO ENDUREÇAIS O VOSSO CORAÇÃO, como foi na provocação [uma referência ao episódio citado em Números 14]” Hebreus 3:12 a 15.

E você, irmão, qual é a sua história passada e presente em relação à sua adoração e obediência a Deus? Você continua firme na fé? Ou tem seguido atalhos e desvios?


Lição de Quinta e Sexta-Feiras
A Oração de Neemias
(Neemias 1)

Neemias foi um israelita que viveu o tempo do exílio em Babilônia. É possível que Neemias tenha nascido em Babilônia, numa família de judeus. Ele conseguiu um cargo de extrema confiança na corte do rei Artaxerxes, da Pérsia. Tornou-se COPEIRO DO REI, uma espécie de garçom de confiança, que servia a bebida do rei. Ele se mostrou ser muito confiável, pois não era persa, mas hebreu, um povo dominado pelos persas, e chegara a ser íntimo do rei da Pérsia. Antes de servir a bebida do rei, Neemias teria de a experimentar, para ver se a bebida não fora antes envenenada.

Neemias não perdera a fé em IAVÉ, mesmo vivendo no exílio. Quando alguns judeus chegaram de Jerusalém, Neemias procurou saber deles como estavam passando os judeus que haviam ficado em Jerusalém. E o que ele ouviu o fez sofrer. Hanani, “um de meus irmãos, e os que com ele estavam lhe disseram: “Os restantes, que não foram levados para o exílio, e se acham na província, estão em grande miséria e desprezo; os muros de Jerusalém estão derribados, e as suas portas, queimadas.” Neemias 1:3.

Neemias contou qual foi sua reação ao ouvir tão triste notícia: “Tendo eu ouvido essas palavras, assentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus.” Ne 1:4.

Então Neemias clamou a IAVÉ, o Deus de Israel:

“Senhor, Deus dos céus; Deus grande e temível, que guardas a Aliança e a misericórdia para com aqueles que Te amam e guardam os Teus mandamentos! Estejam, pois, atentos os Teus ouvidos; e os Teus olhos, abertos, para acudires à oração de Teu servo, que hoje faço à tua presença, dia e noite, pelos filhos de Israel, Teus servos; e faço confissão pelos pecados dos filhos de Israel, os quais temos cometido contra Ti; pois eu e a casa de meu pai temos pecado. …Lembra-Te da palavra que ordenaste a Moisés, Teu servo, dizendo: Se transgredirdes, Eu vos espalharei por entre os povos; mas se vos converterdes a Mim, e guardardes os Meus mandamentos, e os cumprirdes, então, ainda que os vossos rejeitados estejam pelos extremos do céu, de lá os ajuntarei e os trarei para o lugar que tenho escolhido para ali fazer habitar o Meu nome. Estes ainda são Teus servos e o Teu povo que resgataste com Teu grande poder e com Tua mão poderosa. Ah! Senhor, estejam, pois, atentos os Teus ouvidos à oração do Teu servo e à dos Teus servos que se agradam de temer o Teu nome. Concede que seja bem sucedido hoje o Teu servo e dá-lhe mercê perante este homem [ o rei Artaxerxes]” Neemias 1:5 a 11.

E Neemias falou com o rei Artaxerxes em favor de Israel e de Jerusalém. E o Senhor Deus operou na mente e na alma do rei, e este foi favorável a Judá, permitindo que Neemias fosse até Jerusalém, e construísse os muros da cidade, protegendo-a dos inimigos políticos ao redor. E grande foi a obra que Neemias realizou em Jerusalém, pelo poder de Deus. Neemias foi um garçom a quem Deus transformou em Governador da Palestina. Por quê? Porque Neemias se tornou disponível para Deus. Ele foi altruísta, pois se preocupou antes com as necessidades de seus irmãos em Jerusalém, os quais se achavam na miséria material e espiritual.

E você, irmão, que obra corajosa está fazendo para testemunhar de Jesus em seu ambiente de trabalho e de estudo? Que testemunho de fé você tem dado no lugar onde vive, estuda e trabalha? Siga o exemplo de Neemias.


Fonte: http://comentarioes.blogspot.com


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor