Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 09 – “Não Confie em Palavras Enganosas”: Os Profetas e a Adoração

Comentários de Amarildo Martins Ferreira


Texto Central: “Quem então é como Eu? Que ele o anuncie, que ele declare e exponha diante de Mim o que aconteceu desde que estabeleci Meu antigo povo, e o que ainda está para vir, que todos eles predigam as coisas futuras e o que irá acontecer.” (Isaías 44:7 – NVI)


Sábado à Tarde
Introdução.

Vamos estudar esta semana sobre as características do verdadeiro adorador de Deus. Importante salientar que aquele que adora a Deus de maneira correta deve ser obediente e perseverante. Aprender sobre este assunto é importante para não sermos enganados pelos falsos profetas e por palavras enganosas. Temos que ter sempre em mente de nem todos aqueles que professam o nome de Deus estão realmente do lado do Criador.


Primeiro Dia da Semana
Mil Carneiros?
(Deuteronômio 10:12-13; Miquéias 6:1-8)

No entanto, a Bíblia deixa claro que nossas palavras, obras e pensamentos são importantes, e os pensamentos e ações revelam a realidade da nossa experiência com Deus.

1. Com isso em mente, leia Miquéias 6:1-8. Qual é a mensagem do profeta, especialmente no que diz respeito à questão dos sacrifícios (parte do culto em Israel), que simboliza o plano da salvação? Como essas palavras podem ser aplicadas a nós? Deuteronômio. 10: 12-13.

A mensagem do profeta antes de qualquer coisa é que a salvação é pela graça, no entanto a obediência e a gratidão têm parte importante no plano da salvação. O verdadeiro adorador de Deus em qualquer época tem que aprender que os ritos externos, embora sejam importantes e fazem parte da adoração, não têm valor sem uma verdadeira piedade, inclusive Deus é claro em dizer que estes (sacrifícios) não têm valores sem a devida obediência e humildade. Uma das principais missões dos profetas de Deus era ensinar que uma mera prática religiosa externa não podia substituir ao caráter e à obediência íntima. O verdadeiro adorador deve andar diariamente com Deus, no poder do Espírito Santo, indo à busca da perfeição de caráter. Deus sabe que quando existe no coração o verdadeiro amor para Deus, o homem não se entregará por debilidade à tentação.


Segundo Dia da Semana
O Chamado de Isaías
(Isaías 6:1-8)

2. Leia Isaías. 6:1-8. Por que você acha que Isaías respondeu conforme a descrição do texto (v. 5), ao ter uma visão do Senhor? Que importante verdade “teológica” é revelada ali?

O verdadeiro adorador, o verdadeiro profeta reconhece ser pecador e que necessita da graça e do perdão de Deus. O adorador verdadeiro tem a consciência de que precisa mudar, pois sente está na presença de Deus.


Terceiro Dia da Semana
Não Tragam Ofertas Inúteis
(Isaías 1:11-15; Isaías 58:1-10)

3. Leia Isaías. 1: 11-15. O que o Senhor, que instituiu todos esses serviços, estava dizendo para eles?

Judá tinha a aparência de ser uma nação muito religiosa. Ofereciam-se muitos sacrifícios no templo, mas tinha pouca verdadeira religião, na prática eles não tinham atitudes do verdadeiro adorador que era de amar a Deus e o próximo. O professo povo de Deus tinha esquecido que era o que Deus verdadeiramente requeria deles; no entanto, mantinham as formas externas da religião. Estavam dispostos a oferecer sacrifícios, mas não a entregar seus corações ao Senhor. Conheciam as formas externas da religião, mas não compreendiam que precisavam um Salvador, nem entendiam o que significava a justiça. Deus pelo fato de que o povo tinha vida dupla, era uma coisa na igreja e outra fora, disse a eles que os sacrifícios que eles ofereciam eram em vão. Deus estava sumamente desgostoso da conduta daqueles adoradores, odiava a observância de suas festas religiosas (sábados), pois eram hipócritas, havia fingimento. Em realidade, o povo estava desafiando a Deus quando recusava andar em Seus caminhos. Nenhum formalismo religioso pode cobrir pecados. A verdadeira adoração deve prover não somente dos lábios e de ritos, mas do coração contrito.

4. Leia Isaías. 58:1-10. O que há de errado com o jejum descrito ali? Como as pessoas deviam jejuar? Que lição podemos tirar desse texto, mesmo que tenhamos o hábito de jejuar?

A nação de Judá professava seguir a Deus, mas no íntimo estavam longe dEle. Viviam às formas externas da religião, mas descuidavam seus princípios básicos. Jejuavam e oravam, observavam o sábado, guardavam as festas sagradas, levavam sacrifícios ao templo, iam à igreja para assistir as mensagens, mas ao mesmo tempo participavam e praticavam de toda sorte de iniqüidades. Eles jejuavam na intenção de que esta prática expiaria os seus pecados, esquecendo que o que agrada a Deus era a prática da justiça, misericórdia e humildade. Eram hipócritas jejuavam porque pensavam que com isso ganhariam a aprovação divina e assim poderiam continuar a não compadecer das viúvas dos pobres e desvalidos, poderiam continuar egoístas, violentos e explorando os pobres. O verdadeiro jejum tinha e tem o propósito de buscar poder para purificar os motivos da vida para nos levar a uma reforma espiritual.


Quarto Dia da Semana
Sem Nenhum Valor?
(Isaías 44)

5. Com isso em mente, leia Isaías 44. Qual é a essência desses versos, especialmente quanto à maneira pela qual eles se relacionam com a questão da adoração e daquilo que as pessoas adoram?

O verdadeiro adorador não adora ídolo (tudo aquilo que se coloca entre Deus e o ser humano). Deus deixa claro que o ídolo nada é, não tem valor nenhum quem coloca o ídolo como seu Deus.


Quinto Dia da Semana
“Este é o Templo do Senhor, o Templo do Senhor…”
(Jeremias 7:1-10)

6. Leia Jeremias. 7:1-10. Que tema é repetido ali, que temos visto nesta semana? Que princípios encontramos no texto, que podemos aplicar em nosso contexto?

Jeremias foi à porta do templo a pedido de Deus para anunciar ao povo de que eles estavam errados pelo fato de viverem em pecado, acreditando que pelo fato de ir ao templo lhe davam segurança e salvação. Temos que ter cuidado para não cairmos no mesmo erro, de nos escondermos por trás da religião. Em nossa vida diária viver em pecado e achar que pelo fato de freqüentar a igreja, fazer parte de uma religião seremos salvo. Não são poucos que hoje que vão à igreja adoram, mas tem uma vida deparava e pelo simples fato de ser adventista, de congregar é o suficiente para alcançar a salvação. Estas coisas são importantes e fundamentais, todavia não é tudo, pois podemos estar dento da igreja, mas perdidos enganados e iludidos. Estar no templo não nos garante a salvação e de que esteja tudo bem. Jeremias falou para quem iam ao templo e pedia para mudar de vida. Devemos seguir os conselhos deste profeta de Deus, procurar serem cristãos todos os dias da semana, procurar ser cristão na igreja e fora dela e nunca usar a religiosidade para esconder os pecados.


Sexto Dia da Semana
Estudo adicional

Vimos nesta lição a forma certa de adorar a Deus, que possamos colocar em prática no dia a dia de nossas vidas.


Fonte: Publicado originalmente em http://mensageirorp.com.br


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor