Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 06 – Adoração, Música e Louvor

Comentários de Amarildo Martins Ferreira


Texto Central: “Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor todas as terras.” (Salmos 96:1)


Sábado à Tarde
Introdução

Na lição desta semana vamos estudar sobre a música e o louvor que agradam a Deus. Vamos analisar a vida de Davi com relação à música e á adoração por meio dela. Vamos nos deter no significado da música, como usá-la e o que ela pode fazer por nós. O Cântico Novo do verso para memorizar é destinado a todos os crentes, independentemente de idade, etnia, língua, etc. A Bíblia nos incentiva a nos unirmos como igreja para cantarmos. Eu acredito que o Cântico Novo deve ter conteúdo cristão e harmônico. Uma sinfonia é linda, mas o propósito do Cântico Novo é falar do Evangelho e brilhar a luz de Cristo. É a canção dos redimidos. Só nós os crentes podemos cantar um cântico novo para o Senhor. Deus seja conosco hoje e sempre.


Primeiro Dia da Semana
Entre Saul e Davi
(I Samuel 16:6-13; I Samuel 17:45-47; I Samuel 18:14; I Samuel 24:10; I Samuel 26:9; I Samuel 30:6-8; Salmos 32:1-5; Salmos 51:1-6)

1. O que podemos perceber na vida de Davi, antes que ele se tornasse rei? I Samuel. 16:6-13; 17:45-47; 18:14; 24:10; 26:9; 30:6-8

Davi tinha uma vida ligada a Deus. Ele tinha uma confiança enorme no seu Criador. Esta relação com o Senhor o tornava corajoso e temente. A Bíblia nos relata que ele era um ungido do Senhor. Era também um músico que compunha louvores que eram aceitos por Deus. Quando Saul era rei e estava com o coração doendo, o chamava para cantar e assim aliviar os sentimentos ruins do rei.

2. Leia os Salmos. 32:1-5 e 51:1-6. Que conceito fundamental, tão importante para a fé, aparece nesses textos?

Davi era um homem pecador. Todavia, tinha uma virtude que não são muitos que tem. Era um homem que quando pecava sentia uma necessidade enorme de confessar e receber o perdão de Deus e de estar com Ele. Apesar de ter errado muito o Senhor o perdoou devido a sua atitude de buscar o perdão e aceitar as consequências de seus erros. O mesmo nãoaconteceu com Saul, pois este não se sentia mal pelos pecados cometidos; não se arrependia e não buscava o perdão de Deus. O pecado nos esmaga. Todavia, quando abrimos o coração a Deus recebemos a cura.


Segundo Dia da Semana
Coração Contrito, Espírito Quebrantado
(Salmos 51:17)

3. O que o Senhor está nos dizendo no Salmo 51: 17? Como devemos entender essa idéia, visto que deve haver alegria na adoração? É possível harmonizar essa alegria com a contrição, ou elas são contraditórias?

O salmista nos ensina com sua experiência; que seus lábios, pela graça de Deus, se abrirão para proclamar os louvores a Deus; manifesta que oferecerá a Deus um espírito quebrantado e humilhado. Vem assim dizer que, do mesmo modo que tem oferecido numerosos cordeiros imolados em ações de graça a Deus, também agora oferecerá a Ele, como um cordeiro imolado, seu coração quebrantado. Cada um que tem pedido o mesmo perdão de Deus e que chegou, no passado, à mesma resolução de oferecer a Deus um coração quebrantado, poderá receber de graça esta bênção hoje. Um coração quebrantado experimenta a incomparável Paz de Cristo e isso já lhe é suficiente; não ambiciona mais nada. Mesmo que tudo desapareça, seu amor, o amor a Cristo permanece. Está como um bebê de meses no colo de sua mãe, confiante e seguro. Quando experimentamos o perdão de Deus com o coração arrependido pelos erros que cometemos, vamos louvar a Deus com alegria, vamos ao Senhor com o coração contrito sentido a sua necessidade, nos sentimos motivados para louvar a Deus com alegria em resposta ao Seu perdão.


Terceiro Dia da Semana
Davi: Uma Canção de Louvor e Adoração
(I Crônicas 16:8-36)

4. Que eventos do passado o povo de Israel devia fazer conhecidos aos outros povos? I Crônicas. 16: 8, 12, 16-22. Que atos especiais de Deus eles deviam lembrar? Versos 12 e 15.

Deus queria que o Seu povo sempre se lembrasse de Seus feitos no passado em favor de Israel as maravilhas e os prodígios que fez. Eles deviam se lembrar de que por meio de Abraão, Isaque e Jacó Deus prometeu fazer uma grande e abençoada nação.

5. A repetição da aliança, feita pelo salmista, ocupa quase um terço desse hino de gratidão. De que forma a aliança se relaciona com a adoração?

Os hinos de louvores a Deus tinham uma posição relevante no culto de adoração ao Deus de Israel. Davi comissionou homens (levitas) na responsabilidade de dirigir o louvor a Deus com reverência e organização. No louvor estava contido o compromisso do Senhor em guiar e proteger Seu povo, bem como anunciar a grandeza de Deus as outras nações e conter uma mensagem de gratidão a Deus.


Quarto Dia da Semana
O Cântico de Davi
(II Samuel 22; Apocalipse 4:9-11; Apocalipse 5:9-13; Apocalipse 7:10-12; Apocalipse 14:1-3)

6. Leia Apocalipse 4:9-11; 5:9-13; 7: 10-12; 14:1-3. Que coisas acontecem no ambiente imaculado do Céu? Quais são os temas apresentados nesses textos, e o que podemos aprender neles sobre adoração?

No ambiente celeste havia louvores a Deus antes da criação. O anjo lúcifer era regente antes de cair. Na nova terra não será diferente, pois haverá os louvores a Deus e como temas a gratidão pela criação e pela restauração não somente da natureza, mas também do ser humano por parte da morte e ressurreição do nosso salvador Jesus. Em nossa adoração, por meio do louvor, deve haver também este espírito de gratidão.


Quinto Dia da Semana
“Cantai ao Senhor um Cântico Novo”
(I Coríntios 10:31; Filipenses 4:8; Colossenses 1:18)

5. Leia os textos a seguir. Que princípios eles nos dão, que devem nos guiar no tipo de música utilizada em nossa adoração? I Coríntios. 10: 31; Filipenses. 4:8; Colossenses. 1: 18.

Os princípios bíblicos que devem reger a nossa adoração por meio do louvor devem ser para glorificar a Deus. Tudo que é bom, puro, correto, agradável e verdadeiro deve fazer parte da vida do cristão. Como os seres humanos foram criados com aspecto físico, mental e espiritual, sendo que a música é a expressão dos anseios do coração, ela passa a fazer parte da vida humana. O homem não foi criado somente para ficar no aspecto espiritual, então o ser humano pode usar a música para outros fins que não sejam para adorar a Deus. É bom salientar que tais músicas não religiosas, quando ferem os mandamentos, ou que mexem com a sua razão, não agradam a Deus.


Sexto Dia da Semana
Estudo adicional

Vimos nesta lição que o louvor é também uma forma de adoração, de nos humilharmos diante de Deus, de reconhecermos e exaltarmos a glória, majestade, poder e Seus feitos a favor do Seu povo.


Fonte: Publicado originalmente em http://mensageirorp.com.br


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor