Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 05 – Você é Feliz, Ó Israel!

Esquema para Apresentação da Lição

Pr. David Thomas


Textos: Levítico 9; Levítico 10:1-11; Deuteronômio 33:26-29; I Samuel 1; I Samuel 15:22-23; Apocalipse 20:9


A lição desta semana começa com dois versos bastante sérios, tirados dos escritos do profeta Isaías. Os versos dizem: “Ai dos que chamam ao mal bem e ao bem, mal, que fazem das trevas luz e da luz, trevas, do amargo, doce e do doce, amargo! Ai dos que são sábios aos seus próprios olhos e inteligentes em sua própria opinião!” Isaías 5:20-21.

Estas palavras representam um dilema que é bastante comum aos seres humanos: que às vezes nós invertemos ou revertemos as coisas de forma dramática. A autora da lição teme que possamos, particularmente em uma sociedade altamente individualista, ter confundidas as nossas ideias e práticas acerca da adoração. Certamente, a partir de uma perspectiva bíblica, a adoração deveria emergir como uma resposta de todo o coração às ações de Deus na história, tanto em grande escala quanto na escala pessoal. Ter as nossas respostas a Deus invertidas de alguma forma não é uma coisa boa, de maneira alguma.

Nos voltamos uma vez mais para a experiência do antigo Israel, para continuarmos a receber algumas lições e princípios acerca da adoração.

  • Levítico 9 relata a primeira vez que um culto foi realizado no recém construído tabernáculo daquele tempo. O relato deste primeiro culto termina com a citação de um drama bastante real, que “a glória do Senhor apareceu a todo o povo”. Você tem alguma idéia de como isto deve ter parecido?
  • Além disso, fogo desceu do céu e consumiu os sacrifícios sobre o altar, e então o tabernáculo foi inaugurado.
    • A resposta do povo é bastante instrutiva. Eles “jubilaram e prostraram-se sobre os seus rostos.”
    • Qual seria uma maneira apropriada de demonstrar reverência e temor na presença de Deus hoje?
    • Você já se perguntou por que não existe atualmente o tipo de manifestação divina que existia nos tempos antigos?
  • Logo em seguida aos eventos inaugurais, existe uma história impressionante, em Levítico 10:1-11, uma história a respeito de Nadabe e Abiu, os filhos de Arão e sua utilização negligente e impensada do tabernáculo e seus serviços. Pelo seu pecado, eles foram consumidos pelo fogo que veio o Senhor, assim como havia vindo e consumido o sacrifício.
    • Quais conclusões acerca da adoração você extrairia desta história?
  • Um pouco mais tarde, em I Samuel 1, há outro relato acerca da história do povo de Israel que é bastante informativo. Ele tem a ver com uma mulher chamada Ana.
    • Você se recorda a grande luta de Ana?
    • Como ocorria a adoração na vida de Ana? Que papel desempenhava?
    • Note aqui a atitude quando em adoração – angustiada, mas entregue {nos braços de Deus}.
    • O que você acha de sua negociação com Deus?
  • Outra grande lição acerca da adoração encontra-se em I Samuel 15:22-23. Saul, o novo rei, havia desobedecido a Deus, e decidira fazer as coisas à sua maneira. Apesar desta desobediência, ele traz ofertas para adorar a Deus. Samuel encontra-se com ele e lhe diz acerca da rejeição por Deus tanto de suas ofertas quanto de seu reinado.
    • Note que Deus prefere ter obediência e contrição do que rituais, mesmo aqueles ordenados por Ele.
    • De que maneiras você acha que somos hipócritas em nossa adoração hoje?
    • Que papel você acha que os rituais desempenham na adoração atual?

Fonte: Good Word


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor