Louvando do Lado Errado?

por: Ramon Tessmann

Introdução

Provavelmente você achou o título deste artigo um tanto estranho. O que significa cantar ou louvar “do lado errado”? Bem, este estudo nos trará a luz uma interpretação diferente de uma passagem bíblica muito conhecida: a história da travessia do povo de Israel pelo mar, que se abriu diante deles. (Êxodo 14 e 15)

Sabemos que o povo de Deus foi escravizado no Egito por muito tempo. Mas Deus disse um basta aos egípcios e usou Moisés como um porta-voz diante de Faraó para falar em favor da libertação dos hebreus. Após as dez pragas terem acontecido, o povo de Deus foi liberto e seguiu em direção ao deserto. Porém os soldados egípcios estavam atrás deles. Em um certo momento, os israelitas encontraram um grande problema a sua frente: o mar. Que situação de pavor!!! Nesta situação o povo blasfemou contra o Senhor e contra Moisés.

A Bíblia relata no livro de Êxodo que Deus abriu o mar e o povo de Israel atravessou pelo meio, em terra seca. O que eles viam do seu lado eram apenas dois grandes paredões d’água. Mas quando os egípcios tentaram atravessar o mar, estes dois paredões d’água despencaram matando todos eles. Neste momento o povo de Israel percebeu a grande maravilha que Deus tinha feito por eles e sabe o que fizeram? Eles louvaram a Deus. Isto mesmo! Moisés (e todo povo) entoou um cântico que engrandecia a Deus pela vitória sobre o povo inimigo. (Ex 15.1)

Foi um episódio realmente maravilhoso, onde Deus mostrou o seu poderio de forma sobrenatural. Mas eu quero te fazer duas perguntas: O que houve de errado nesta situação? Qual foi o erro que o povo de Israel cometeu e que muitas vezes passa desapercebido quando lemos este texto?

Bem, o povo de Israel só se propôs a entoar um cântico depois que Deus havia livrado eles das mãos do inimigo. Mas enquanto enfrentavam problemas e estavam em dificuldades, eles continuavam resmungando e blasfemando o Nome do Senhor. Eles louvaram a Deus somente do outro lado do mar. É aí que houve uma grande falha. Antes do milagre, Deus foi entristecido, pois o seu próprio povo duvidou Dele ao invés de louvá-Lo ou erguer cânticos. Muitos diziam: Será que Deus nos tirou do Egito para que perecêssemos no deserto? Melhor tivéssemos ficado no Egito, aonde tínhamos pão e água…

Meus queridos irmãos, quantas vezes fazemos a mesma coisa em situações da nossa vida? Quantas vezes agimos como o povo hebreu, duvidando de Deus nas angústias mas louvando nas alegrias? Quantas vezes dissemos: Melhor tivéssemos ficado no Mundo, aonde não tínhamos lutas como estas…

Deus deseja que nós o louvemos em todas as situações de nossas vidas!!! Nós devemos aprender a erguer cânticos nas situações mais adversas, onde parece que não há mais saída, e Deus irá a nossa frente para derrotar o problema. Devemos seguir o exemplo de Moisés, que ao contrário do restante do povo hebreu, permaneceu fiel ao Senhor nos tempos de angústia.

Muitas vezes nós temos muita facilidade para entristecer a Deus diante de pequenos problemas que encontramos. Não é difícil encontrar irmãos reclamando da igreja, do pastor, da equipe de louvor, do calor e do frio, do alimento, do trabalho, do patrão, dos preços, do governo e até mesmo encontramos irmãos irritados com Deus. São estes irmãos que só sabem louvar do lado errado do mar!!! Têm disposição para louvar a Deus só em tempo de fartura, mas quando chega uma tribulação, blasfemam contra o Senhor!!!

Muitas vezes não recebemos bênçãos de Deus ou não temos experiências mais profundas com Ele porquanto nós só sabemos louvar do lado errado, ou só louvamos na margem boa do mar! Quantos irmãos blasfemariam a Deus se Ele pedisse que sacrificasse seu filho (como Abraão e Isaque), ou quando fossem perseguidos por causa do Senhor (como Paulo e Silas), ou quando fosse desafiado por um grande inimigo (como Davi foi desafiado por Golias), etc.

Conclusão

Meus irmãos, eu os convido a terem sempre em seus lábios um cântico de agradecimento e louvor ao Senhor. Não louvem a Deus apenas no lado bom da vida, mas se volte pra Deus em tempos difíceis também. Não devemos estar questionando a Deus o porquê de termos determinados problemas, mas sim, devemos estar prontos a declarar: “Cristo, tu és meu refúgio, em quem posso confiar…!”, “O meu descanso vem de Ti…”, “Minha fortaleza é o Senhor, …”, “Te agradeço por me libertar e amar, por ter morrido em meu lugar te agradeço…”. Com certeza, Deus se alegrará em ver que você é fiel nos dois lados do mar!!!

Um abração em Cristo Jesus e até a próxima,

Ramon Tessmann