Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 170

Só um Passo

Letra: Ellen Knight Bradford (? – ?)

Título Original: Over The Line, porém também é conhecido pelo primeiro verso, O Tender and Sweet Was the Father’s Voice

Música: Franklin Edson Belden (1858-1945)

Texto Bíblico: Caindo, porém, em si, disse: Quantos empregados de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome! Levantar-me-ei, irei ter com meu pai e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados. Levantou-se, pois, e foi para seu pai. Estando ele ainda longe, seu pai o viu, encheu-se de compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou. Disse-lhe o filho: Pai, pequei conta o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho. Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa, e vesti-lha, e ponde-lhe um anel no dedo e alparcas nos pés; trazei também o bezerro, cevado e matai-o; comamos, e regozijemo-nos, porque este meu filho estava morto, e reviveu; tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a regozijar-se. (Lucas 15:17-24)

Observação: Este hino foi publicado em 1878.


Acompanhe o hino no Youtube


1. Mui terna e doce é do Mestre a voz,
Chamando-me com amor:
“De braços abertos te espero, vem!
Ó, vem ao teu Redentor!”

Coro:
Cristo me chama, me quer salvar;
É só um passo, é só confiar!
Todo o meu ser deponho no altar
Aceita-me Tu, ó Cristo!

2. “Tu tens muitas culpas e débil fé”,
Sugere-me o tentador.
“Eu tudo já fiz”, uma voz me diz,
“Confia em teu Salvador!”

3. 0 mundo é falso, perdido e mau;
Pequeno e frágil sou,
Mas Cristo com voz divinal me diz:
“Meu filho, Eu forças dou!”


>Estávamos fazendo reuniões em Springfield, Massachusetts, em 1878. Certo dia, na reunião do meio dia, na prefeitura, um ministro levantou-se na plataforma e deu o testemunho da maneira como o Senhor havia abençoado um de seus filhos, um estudante da Universidade de Yale. “Meu filho”, ele disse, “sentou-se ao lado de um cavalheiro da Inglaterra, em uma das reuniões do Sr. Moody. Ao término da reunião, o cavalheiro ao seu lado falou com ele, acerca de tornar-se um cristão. Depois de meia hora de conversa eles foram para a rua, e o cavalheiro disse que caminharia alegramente com meu filho até nossa casa, se ele não tivesse objeções, já que ele não tinah mais nada para fazer. Antes de se despedirem, o fervoroso obreiro cristão disse que gostaria de oferecer mais uma oração pelo meu rapaz. Segurando a mão do jovem, ele pediu ao Senhor que o capacitasse a decidir a grande questão naquela mesma noite. Com esta oração eles se separaram. O cavalheiro partiu da cidade no dia seguinte, e pode nunca vir a saber como Deus ouvir e respondeu à sua oração.”

“Meu filho ficou grandemente impressionado. Aproximando-se da casa, ele parou de repente, fez uma profunda linha atravessada no caminho de pedriscos com sua bengala e disse, ‘Agora, preciso decidir esta questão, a favor ou contra Cristo, esta noite. Se eu cruzar a linha, minha vida será para Ele; mas se eu passar em volta dela, eu serei do mundo.’ Parado ali, considerando a grande questão consigo mesmo por meia hora, por fim ele clamou, ‘Ó Deus, ajuda-me a decidir corretamente.’ Então, ele passou sobre a linha e veio à minha sala e disse, ‘Pai, desejo que o senhor ore por mim! Eu decidi ser um cristão.'” O ministro disse que seu coração derramou-se em súplicas a Deus, para que guardasse e abençoasse seu rapaz.

Esta história afetou o auditório até as lágrimas. Um jornalista, o Sr. E. H. Phelps, proprietário de um dos principais jornais da cidade, tomou a história daquele pai e publicou-a na manhã seguinte. E a Sra. Bradford, da cidade de Palmer, no mesmo estado, depois de ler o relato do incidente no jornal, assentou-se e escreveu “Só um Passo”. Ela enviou o hino ao editor do jornal, o Sr, Phelps e ele o musicou imediatamente. Três dias mais tarde ele entregou a música para mim. Eu a adaptei e a publiquei em “Gospel Hymns” (Hinos Evangélicos). Este hino tem sido uma bênção para milhares de almas ao redor de todo o mundo, levando à conversão de muitos.

Fonte: Sankey, Ira David. My Life and the Story of the Gospel Hymns (Harper & Brothers, 1906), pp. 216-7

Em 1885 o músico adventista Franklin Edson Belden criou uma nova músia para este hino, sendo esta a que temos hoje no Hinário Adventista.


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar