Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 102

Que Grande Amigo!

Letra: James Grindlay Small (18l7-1888)

Título Original: I’ve Found a Friend

Música: George Coles Stebbins (1846-1945)

Texto Bíblico: O homem que tem muitos amigos, tem-nos para a sua ruína; mas há um amigo que é mais chegado do que um irmão. (Provérbios 18:24)


Acompanhe o hino no Youtube


1. Que grande Amigo é meu Jesus,
Tão bom, leal e terno!
Sem outro igual, é Seu poder,
E Seu amor superno.
Para esta ovelha sem vigor
Olhou com simpatia,
E Sua tão bondosa mão
Serviu-me então de guia.

2. Que grande Amigo é meu Jesus,
De longe quis buscar-me!
Desceu do Céu, sofreu, morreu,
A fim de resgatar-me!
As glórias mil do santo lar
Renovam meu alento,
Pois breve irei ali obter
O Seu acolhimento.

3. Que grande Amigo é meu Jesus,
Meu Guia tão prudente,
Meu Protetor tão ideal,
Meu Rei eternamente!
Jesus é meu e dele eu sou
Por tempo, sim, eterno;
Pois logo irei fruir no Céu
Do Seu favor paterno.


Ira David Sankey, conhecido hinista americano, diz em seu livro My Life and the Story of the Gospel Hymns (Minha Vida e a História dos Hinos Evangélicos):

Certa ocasião quando o Sr. Moorehouse e eu estávamos realizando reuniões em Scarbore, Norte da Inglaterra, os serviços religiosos eram assistidos por um grupo de senhoras Quakers e entre elas, uma prima de John Bright, o grande estadista inglês. Desejando que este cântico fosse apresentado em uma das reuniões, esta senhora escreveu o seguinte pedido: “Sr. Sankey, faria o favor de repetir o cântico ‘Que Grande Amigo’, em sua maneira habitual? “Escrevendo desta maneira, ela evitou pedir-me que cantasse, o que é contrario ao costume da Sociedade de Amigos (Quakers).

Estávamos realizando reuniões de oração numa hospedaria, Inglaterra, quando um jovem lá hospedado veio a reunião para distrair-se. Nós cantamos, oramos, lemos um capitulo da Palavra de Deus e então o jovem pediu que cantássemos para ele. Escolheu ‘Que Grande Amigo’. Quando acabamos de cantar a primeira estrofe, seus olhos começaram a verter lagrimas, e tenho a alegria de dizer que ele entregou seu coração a Deus pela influência deste belo cântico. Na manhã seguinte ele deixou a hospedaria, mas antes de fazê-lo, escreveu-me uma carta, da qual extrai estes trechos: ‘Eu lhe pedi este cântico porque ele era o predileto de minha querida irmã e decidi, agora, encontrá-la no céu. Com a ajuda de Deus, se não nos encontrarmos outra vez nesta terra, prometo encontrá-lo no céu também. Pense sempre em mim quando cantar ‘Que Grande Amigo’. Mostre esta carta aos meus outros dois amigos’.”

O autor deste cântico, James Grindlay Small, nasceu em Edinburgh, em 1817 e morreu em 1888; escreveu muitos cânticos e poemas, e publicou vários hinários.

Fonte: Histórias de Hinos e Autores – CMA – Conservatório Musical Adventista


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar