Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 012

Vinde, Povo do Senhor

Letra: Henry Alford (1870-1871)

Título Original: Come, Ye Thankful People

Música: George Job Elvey (1816-1893)

Texto Bíblico: Vinde, cantemos alegremente ao Senhor, cantemos com júbilo à rocha da nossa salvação. Apresentemo-nos diante dele com ações de graças, e celebremo-lo com salmos de louvor. Porque o Senhor é Deus grande, e Rei grande acima de todos os deuses. Nas suas mãos estão as profundezas da terra, e as alturas dos montes são suas. Seu é o mar, pois ele o fez, e as suas mãos formaram a serra terra seca. Oh, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou. (Salmo 95:1-6)


Acompanhe o hino no Youtube


1. Vinde povo do Senhor, adorai-O com louvor
Ao Deus trino exaltai: a Jesus, a Deus, o Pai,
E ao Espírito de luz que em bondade nos conduz.
Vinde, povo do Senhor, adorai o Deus de amor.

2. Observemos com fervor este dia do Senhor,
Pois as bênçãos lá do Céu, aos fiéis as prometeu.
Atentai à Sua voz com amor falar a nós.
Vinde, povo do Senhor, exaltai o Criador.

3. Quando a igreja se tornar triunfante, lá no lar,
Nossas lutas findarão, e virá a redenção.
Mal e dor ficando atrás, reinará amor e paz.
Vinde, povo do Senhor, aclamai o Redentor.


Este hino de colheita apareceu na coleção de Henry Alford, “Psalms and Hymns” (Salmos e Hinos) em 1844. Foi escrito para o Festival Inglês de Colheita que corresponde ao Dia de Graças Americano, embora seja uma festa de data móvel que ocorre em diferentes dias nas várias vilas e cidades. Não há hino melhor para o tempo de colheita anual do que este.

Henry Alford foi um homem talentoso – Teólogo, erudito, poeta, escritor, artista e músico. Era filho de um homem do clero, tornou-se ministro também, e eventualmente tornou-se Reitor de Canterburry em 1857. Foi membro da comissão de Revisão do Novo Testamento, e entre os 50 livros que escreveu provavelmente o mais útil foi o seu “Testamento Grego”, em quatro volumes. Foi um devoto e um homem de Deus através de sua vida, cumprindo o voto que escreveu em sua Bíblia no seu décimo aniversário: “Neste dia, na presença de Deus e de minha própria consciência, renovo meu pacto com Deus e solenemente me determino a tornar-me Seu e fazer o Seu trabalho tanto quanto me seja possível”.

“St. George’s Windsor” foi composto por George J. Elvey e tem sido associado a este hino desde sua edição original em “Hinos Antigos e Modernos” em 1861. A melodia foi publicada primeiramente em “A Selection of Psalms and Hymns”, (Uma Seleção de Salmos e Hinos) de Thorne em 1858 com outras palavras. Foi assim nomeado em honra à Capela de “St. George’s Windsor” onde muitos organistas famosos serviram, e muita música gloriosa foi ouvida.

Sir George J. Elvey foi um organista e compositor inglês, educado em Oxford, onde recebeu o grau de Doutor em Música, e foi condecorado em 1871, após escrever uma marcha de Festival para o casamento da Princesa Louise. Escreveu muitos trabalhos para a Igreja. Suas melodias para hinos demonstram equilíbrio de melodia e eficiente harmonia.


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar