Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 008

A Ti Honras e Glórias

Letra: Theodulph de Orleans (750-821)

Título Original: All Glory, Laud, and Honor

Música: Melchior Teschner (1584-1635)

Texto Bíblico: Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, de eternidade em eternidade! E diga todo o povo: Amém. Louvai ao Senhor. (Salmo 106:48)


Acompanhe o hino no Youtube


1. A Ti rendemos glórias, Ó Rei e Redentor,
A quem crianças rendem, também, o seu louvor.
Senhor, nos inclinamos aos Teus sagrados pés,
E a Ti nós adoramos, pois Deus eterno és.

2. A voz dos anjos santos, em sons transcendentais,
Aqui na Terra ecoa na voz dos vis mortais.
Só Tu, ó Deus bondoso, és o Pastor fiel,
O Rei dos reis vindouro, Senhor de Israel.

3. Louvor Te deram antes da cruz e da paixão;
E nós também cantamos o dom da salvação,
Pois Teu, Senhor, é o reino, a glória e o poder,
E a Ti, pra sempre, os salvos, mui gratos hão de ser.


Excelentes hinos têm sido proporcionados ‘a igreja por hábeis traduções feitas de outras línguas, tais como o latim e o grego. John Mason Neale deu à igreja um belo hino de louvor com sua tradução do hino processional de Theodulph, “Glória, laus et honos” (Glória, Louvor e Honra), escrito antes de 821, a data do falecimento de Theodulph.

Este hino era originalmente destinado ás procissões do ” Palm Sunday” ( Domingo de Ramos), mas seu texto é apropriado para muitas outras ocasiões de louvor e adoração a Cristo. As duas primeiras linhas da primeira estrofe fazem um estribilho apropriado, o qual pode ser cantado depois de cada uma das outras estrofes.

A melodia é chamada “St. Theodulph” em honra ao autor da letra. Foi composta por Melchior Teschner cerca de 1613, para um hino de Herberger, e foi publicada em Leipzig, em 1615. Johann Sebastian Bach faz uso desta melodia em sua “Paixão Segundo São João”

Cantado em movimento moderado, esse hino revelar-se-ia vital, poderoso e emocionante. Mesmo em andamento lento, o cântico é alegre e festivo, tendo um forte apelo popular. Tanto a letra como a música seriam atraentes às crianças bem como os adultos. É um inspirador hino para reuniões campais, e é de efeito tanto em assembléias grandes como pequenas.

As bases escriturísticas deste hino encontradas e Salmos 24:7-10; 118:25-26; Mateus 21: 1-17 e Lucas 19:37-38.

Embora o hino tenha sido escrito originalmente por um bispo católico, nada há, quer nas palavras, quer na música, que nos impeça de usá-lo. A música tem forma Luterana. Com um hino desta espécie, não é a origem, mas sim as características intrínsecas do hino e da música que deveriam determinar o seu uso ou não. Musicalmente e poeticamente este hino está dentro de elevado padrão, e deveríamos nos alegrar de tê-lo em nosso hinário.


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar