Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 007

Sejas Louvado

Letra: Joachim Neander (1650-1680)

Título Original: Lobe den Herren

Música: Compositor Desconhecido

Texto Bíblico: Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e exultarei; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo; (Salmo 9:1,2)

Observação: Este hino foi traduzido do Holandês para o Inglês por Catherine Winkworth (1827-1878), em 1863, recebendo o título Praise to the Lord, the Almighty. A melodia foi publicada na coletânea Ander Theil des Erneuerten Gesangbuch, segunda edição, de 1665, tendo sido harmonizada por William Sterndale Bennett (1816-1875), em 1864.


Acompanhe o hino no Youtube


1. Sejas louvado, Rei Criador da natura!
Louva, minha alma, louva com zelo e ternura!
Louva ao Senhor pelo insondável amor,
Cálido amor que perdura!

2. Sejas louvado, Tu que o Universo conduzes!
Sob Tuas asas, paz e conforto produzes!
Haja louvor pelo Teu dom redentor,
Príncipe eterno das luzes!

3. Sejas louvado, pelo cuidado paterno!
sobre a verdade ergues Teu reino superno!
Teu, o louvor seja somente, Senhor,
Por Teu amor sempiterno!


Este é um dos melhores hinos de louvor de origem alemã, acompanhado de uma melodia de primeira classe. Joachim Neander foi um homem de ligado à poesia, letras, música e também à teologia. Escreveu cerca de 60 hinos, bem como melodias.

A melodia, “Lobe den Herren” (Louvai ao Senhor), apareceu pela primeira vez em “Ander Theil des Erneuerten Gesangbuch”, na segunda edição, Stralsund, 1665. A presente forma da melodia vem da “Praxis Pietatis Malica”, de Cruger, 1668. A música do hino é grandemente apreciada pelo povo alemão, e bem o merece.

Cada frase deste hino é uma declaração de louvor e um tributo de adoração ao “Todo Poderoso Rei da Criação”. Ele se presta a uma vigorosa e dinâmica interpretação. Deveria ser cantado com força, porém não muito depressa. A melodia é nobre, e pode ser cantada em uníssono por toda a congregação.

Necessitamos estudar as palavras dos hinos, para que os possamos cantar de coração, como verdadeiro e sincero culto. É então que o canto dos hinos se torna uma força poderosa na igreja. Verdadeiramente, incrédulos seriam convertidos se pudessem ouvir nossas congregações cantando com poder espiritual tais louvores ao nosso Deus, o Rei da Criação!


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar