Histórias de Hinos do Hinário Adventista – Nr. 003

O Deus Eterno Reina

Letra: Fanny Jane Crosby (1820-1915)

Título Original: The Lord in Zion Reigneth

Música: Hart Pease Danks (1834-1903)

Texto Bíblico: O Senhor reina, tremam os povos; ele está entronizado sobre os querubins, estremeça a terra. O Senhor é grande em Sião, e exaltado acima de todos os povos. Louvem o teu nome, grande e tremendo; pois é santo. (Salmo 99:1-3)


Acompanhe o hino no Youtube


1. 0 Deus eterno reina no monte de Sião.
Chegai-vos ante o trono Seu em santa adoração.
Trazei, humildemente, o vosso coração
Ao Deus eterno e Rei dos reis, Senhor da redenção.

2. 0 Deus eterno reina no monte de Sião.
Os astros na amplidão sem fim, sustenta com a mão.
A Ele seja a honra, a glória e o poder,
E ascendam os louvores mil ao mais sublime Ser.

3. 0 Deus eterno reina no monte de Sião.
Entrai no santo templo Seu, buscai o Seu perdão.
Buscando Sua face, a paz encontrareis;
E reine para sempre, enfim, o eterno Rei dos reis.


A tradução para o português é de Dario Pires de Araújo.

Hart Pease Danks nasceu em New Haven, Connecticut, em 6 de abril de 1834. Mudou com sua família para Saratoga Springs, Nova York quando tinha oito anos, onde estudou música com o Dr. L. E. Whiting. Em 1850, mudou-se para Chicago, onde trabalhou carpinteiro na empresa construtora de seu pai antes de iniciar uma carreira musical de tempo integral. Em 1864 mudou-se para a cidade de Nova Iorque, onde, em 1892 publicou um livro de músicas intitulado Superior Anthems for Church Choirs (Cânticos Superiores para Coros de Igreja).

Foi um músico especializado em composição, cântico e direção de grupos corais. Sua canção mais conhecida, “Silver Threads Among the Gold” vendeu mais de 3 milhões de cópias, um feito extrordinário para a época. Porém, endo vendido os direitos da música para os editores, morreu pobre em uma pensão, em 20 de novembro de 1903 na Filadélfia. Suas últimas palavras escritas foram: “É difícilmorrersozinho “.

Fanny Jane Crosby nasceu em South East Putnam County, Nova York, a 24 de março de 1820. Quando tinha por volta de seis anos de idade ficou tragicamente cega em sua infância quando um médico de aldeia, ignorante, aplicou cataplasmas quentes em seus olhos inflamados.

A despeito do seu defeito físico, crê-se que a Srª Crosby, que mais tarde se casou com Alexander van Alstyne, (também cego), professor como ela, na Escola para Cegos de Nova York, tenha escrito uns 5.959 cânticos para duas firmas de publicações, e mais milhares de cânticos adicionais para produtores de livros de cânticos evangélicos, entre eles, homens bem conhecidos como Ira D. Sankey e W. H. Doane. Alguns se tornaram clássicos da música cristã como “Rude Cruz”, “Bendita Segurança” e ” Salvo em Jesus”. Ela foi encarregada por uma casa publicadora de escrever três cânticos por semana durante um período indefinido e cumpriu esta comissão admiravelmente.

Fanny Crosby, que ministrou e continua a ministrar ao mundo todo com suas mensagens que “tocam o coração”, poucos dias antes da sua morte, numa visita de obreiros, falou estas palavras muito significativas:

“Creio que a maior bênção que o Criador me proporcionou foi quando permitiu que a minha visão externa fosse fechada. Consagrou-me para a obra para a qual me fez. Nunca conheci o que é enxergar, e por isso não posso compreender a minha perda. Mas tive sonhos maravilhosos. Tenho visto os mais lindos olhos, os mais belos rostos e as paisagens mais singulares. A perda da minha visão não foi perda nenhuma para mim.”

Fanny faleceu em Bridgeport, Estado de Connecticut em 12 de fevereiro de 1915, aos 95 anos de idade. A pedra da sua sepultura é simples. Como pedira; tinha simplesmente as palavras Aunt Fanny – She Did What She Could. (Tia Fanny – Ela fez o que pôde). Em 1955, um grande monumento foi erigido sobre o seu túmulo homenageando esta serva de Deus e incluindo a primeira estrofe de Que segurança! Sou de Jesus!


Colaboração: Joel Júnior em Dezembro de 2010


Veja a partitura cifrada deste hino

Veja este hino também no Ministério Cristo Vai Voltar