Serviço de Cânticos Expressivo – Parte VIII

por: Vasti S. Viana

A Música Tem Origem Celeste

Encontramos o registro bíblico de como a alegria, o louvor e a gratidão dos anjos e dos filhos de Deus foi expressa em cânticos diante da manifestação do Seu poder criador. Disse Jó: “todos alegremente cantavam” (Jó 38:4-7). Quando Jesus nasceu um grande coral de milhares de anjos cantavam louvando a Deus (Lucas 2:13,14).

Portanto a música tem sua origem no Céu e existe desde a eternidade. O louvor sempre fez e continuará a fazer parte do culto ao nosso Deus. Ele nos criou, nos mantém e nos salvou; estes são grandes motivos para louvarmos o Seu poderoso nome.

O nosso grande Modelo gostava de cantar. No livro O Desejado de Todas as Nações à página 63 lemos: “Jesus entretinha em cânticos comunhão com o céu; e quando os companheiros se queixavam da fadiga do trabalho, eram animados pela doce melodia de Seus lábios. Dir-se-ia que Seu louvor bania os anjos maus, e como incenso, enchia de fragrância o lugar em que Se achava. O espírito dos ouvintes era afastado de seu terreno exílio, para o lar celestial.”

Conservatório Musical do Rei Davi

O rei Davi criou um grande Conservatório Musical. Havia 4.000 alunos, (I Crônicas 23: 5) e 288 Mestres de Música (I Crônicas 25: 7). Os músicos foram divididos em 24 grupos, e cada grupo se apresentava durante o período de 1 mês no templo, nas comemorações cívicas, no palácio real (I Crônicas 25: 9).

Supondo que naqueles tempos eles tinham o costume de tirar férias também, os músicos passavam 21 meses de treinamento e preparo + 1 mês atuando + 2 meses de férias = 24 meses. Notamos que os músicos estudavam e ensaiavam durante 21 meses o repertório que seria usado em um mês!

O rei Davi como bom músico, sabia que o esmero no preparo é necessário. Alguém poderá dizer: “Por que todo esse esmero? É tão fácil improvisar! O pessoal da igreja nem repara se não sai tudo certinho… Pelo menos não dizem nada”. Quem pensa assim não conhece os ensinos bíblicos a esse respeito, não percebeu com que espírito deve atuar, e não leva em conta o principal ouvinte que é o nosso soberano Deus.

Felizmente, graças a Deus, a maioria dos músicos da nossa igreja leva a sério o Ministério da Música e ensaiam muitas horas com cuidado e afinco, preparando-se para cantar ou tocar nas diversas reuniões religiosas.

Rogamos a Deus uma bênção especial para nossos músicos. Que eles sempre tenham seus olhos fitos em Jesus recebendo dEle a inspiração, motivação e saúde física para exercerem o precioso Ministério da Música “servindo de boa vontade como ao Senhor, e não como aos homens” (Efésios 6:7).

O Cântico de Deus

Há na Bíblia o registro do dia em que Deus o Pai cantará. “Deus se alegrará em vocês com imensa alegria. Que é isso que ouço? Um coro cantando alegres canções? Não, é o Senhor mesmo vibrando de alegria, por causa de vocês, com uma canção feliz” (Sofonias 3:17) (BV). Este é o único verso na Bíblia onde lemos que Deus cantará. Ele cantará feliz porque Seus filhos resgatados do planeta Terra estão ao Seu lado no Paraíso, e viverão junto com Ele para sempre.

Quão sublime será ouvir Deus cantando. A Bíblia diz que Sua voz é como o som de muitas águas (Apocalipse 1:15) (BV). Talvez isso indique Sua possibilidade de cantar no tom principal e nos seus harmônicos ao mesmo tempo. Em outro lugar lemos que Sua voz é como o trovão (Êxodo 19:19) (BV) provavelmente indicando Sua força e abrangência.

Você e eu teremos o indizível privilégio de ouvir Deus com Sua maravilhosa voz cantando de alegria, porque estamos ali na Sua presença, libertos de todo o mal e vivendo para sempre no Reino do Seu Amor. Cantemos a Deus sempre e permitamos que Ele nos prepare hoje para que naquele dia estejamos presentes ouvindo deslumbrados o Seu cântico de alegria.

A seguir mais um exemplo de modalidade temática para o Serviço de Cânticos.

Serviço de Cânticos Temático – Volta de Jesus

Todos são cordialmente bem-vindos à casa de Deus. Quando vamos à igreja usamos o Hinário Adventista e a Bíblia. Durante a semana em nossa casa, lemos a Bíblia, mas o Hinário muitas vezes fica esquecido. Vamos usá-lo durante a semana também, e cantar junto com nossa família, a sós, em voz alta ou no coração.

Hoje vamos cantar sobre o nosso maior desejo que é ver nosso amado Jesus voltando em glória e majestade no hino 139, Jesus à Terra Voltará.

Porém, não somente nossa mente e espírito são abençoados quando cantamos. O nosso físico é beneficiado porque melhora nossa respiração e a nossa circulação sanguínea. A tão benéfica endorfina é produzida por nosso cérebro dando-nos uma sensação de bem-estar e a disposição do nosso ânimo melhora. Qual o coração que não bate mais forte quando cantamos sobre a volta grandiosa do nosso Senhor Jesus? Cantemos com vigor o hino 147, Nós O Veremos.

Você está sem ânimo espiritual? Ou está passando por um problema que lhe aborrece muito? Ou poderá estar enfrentando uma forte tentação ou enfermidade que parece difícil de vencer? Em momentos assim nem sempre os versos bíblicos são lembrados, mas facilmente a melodia de um hino pode vir à nossa mente. Assim a mensagem de Deus é recordada trazendo-nos alívio e renovando nosso ânimo. Vamos avançar sempre com Jesus, jamais desistir. Cantemos o hino 150, Não Desistir. Os instrumentos farão a introdução do hino todo enquanto acompanhamos com boca “chiusa“. Depois todos cantaremos.

Final: Agradecemos sua participação nos cânticos. Desejamos que a visão magnífica da gloriosa volta do nosso Senhor Jesus esteja sempre diante dos nossos olhos motivando-nos a permanecer firmes na fé.

Citações sobre música

“Assim como os filhos Israel, jornadeando pelo deserto, suavizam pela música cânticos sagrados a sua viagem, Deus ordena a Seus filhos hoje que alegrem a sua vida peregrina. Poucos meios há mais eficientes para fixar suas palavras na memória do que repeti-las em cânticos. E tal cântico tem maravilhoso poder” (Educação,167,168).

“Com cântico, Jesus, em Sua vida terrestre, defrontou a tentação. Muitas vezes, quando eram proferidas palavras cortantes pungentes, outras vezes, em que a atmosfera em redor dEle se tornava pejada de tristeza, descontentamento, desconfiança temor opressivo, ouvia-se o Seu canto de fé e de santa animação” (Educação, 165).

“A melodia de louvor é a atmosfera do Céu; e, quando o Céu vem em contato com a Terra, há música e cântico – ação de graças e voz de melodia” (Educação, 161).

“Coisa alguma tende mais promover a saúde do corpo e da alma, do que um espírito gratidão e louvor. É um positivo dever resistir melancolia, às idéias e sentimentos de descontentamento – dever tão grande como é orar” (Ciência do Bom Viver, 251).

“Por entre as sombras cada vez mais profundas da última e grande crise da Terra, a luz de Deus resplandecerá com maior brilho, e o canto de confiança e esperança ouvir-se-á no mais claros e sublimes acordes”. (Educação, 166).

“Jesus estudava a Palavra de Deus, e as horas de maior felicidade para Ele eram aquelas em que se podia afastar do cenário de Seus labores e ir… entreter comunhão com Deus…. O alvorecer encontrava-O muitas vezes em algum lugar retirado, meditando, examinando as Escrituras, ou em oração. Com cânticos saudava a luz matinal. Com hinos de gratidão alegrava suas horas de labor, e levava a alegria celeste ao cansado e ao abatido” (Ciência do Bom Viver, 52).

Experiência para você sugerir em um dos seus Serviços de Cânticos:

Faça a experiência dos dez dias.

Essa é uma idéia que dá certo. Lembrando da experiência dos dez dias que Daniel sugeriu ao chefe de cozinha do rei Nabucodonozor para testar sua aparência com alimentos saudáveis, podemos durante dez dias nos propor a cantar muito mais vezes que o costume. Cantar a sós, com outros, em voz alta ou no coração. Podemos copiar a letra e pendurá-la em portas, geladeira, computador, etc. para irmos cantando e decorando. O cântico sagrado é um alimento muito saudável para a alma. No final dos dez dias olhe-se no espelho e veja sua aparência mais serena; olhe sua agenda e veja como se sentia antes dos dez dias e como se sente agora. Se gostou do resultado, por que não continuar? Incentive outros a fazerem esta experiência.


Referências:

  1. Bíblia
  2. Espírito de Profecia
  3. Anotações de classe das aulas do Dr. Taylor
  4. Pesquisas feitas pelo Pr. Tercio Sarli
  5. A Música na Bíblia
  6. Artigo de H. Stevenson – Cântico Congregacional

Vasti S. Viana é professora de piano e órgão e gentilmente cedeu este artigo ao Música Sacra e Adoração