Uma Descrição do Ministério para os Líderes da Igreja Local

Introdução

A rica herança da música foi registrada para nós desde os tempos antigos. Tanto as vozes quanto os instrumentos eram usados para expressar todo o espectro das emoções humanas. Mesmo os breves vislumbres que temos do que ocorre nas cortes celestiais frequentemente incluem uma descrição da música ali.

E quando Deus ajunta Seus filhos ao redor de Seu trono eles seguram harpas e cantam “o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro” (Apocalipse 15:3).

“A história dos cânticos da Bíblia está repleta de sugestões quanto aos usos e benefícios da música e do canto. A música muitas vezes é pervertida para servir a fins maus, e assim se torna um dos poderes mais sedutores para a tentação. Corretamente empregada, porém, é um dom precioso de Deus, destinado a erguer os pensamentos a coisas altas e nobres, a inspirar e elevar a pessoa. … Ao guiar-nos nosso Redentor ao limiar do Infinito, resplandecente com a glória de Deus, podemos aprender o assunto dos louvores e ações de graças do coro celestial em redor do trono; e despertando-se o eco do cântico dos anjos em nossos lares terrestres, os corações serão levados para mais perto dos cantores celestiais. A comunhão do Céu começa na Terra. Aqui aprendemos a nota tônica de seu louvor” (Ellen G. White, Educação pp. 167-168).

A música pode conduzir nossa gratidão a Deus. “O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu cântico o louvarei” (Salmos 28:7).

A música pode ser jubilosa. “Vinde, cantemos alegremente ao Senhor, cantemos com júbilo à Rocha da nossa salvação. Apresentemo-nos diante dele com ações de graças, e celebremo-lo com salmos de louvor” (Salmos 95:1-2). “Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os habitantes da terra. Servi ao Senhor com alegria, e apresentai-vos a ele com cântico” (Salmos 100:1-2).

A música pode louvar ao Senhor. “Os trombeteiros e os cantores estavam acordes em fazerem ouvir uma só voz, louvando ao Senhor e dando-lhe graças, e quando levantavam a voz com trombetas, e címbalos, e outros instrumentos de música, e louvavam ao Senhor” (II Crônicas 5:13).

A música pode ser uma oração por perdão ou uma súplica por auxílio quando as provas ameaçam nos derrotar. Ela pode ser um meio unir um grupo heterogêneo em um propósito comum. “E tendo cantado um hino, saíram para o Monte das Oliveiras” (Mateus 26:30).

Deveres do Ministro de Música

Os deveres do ministro de música incluem os seguintes:

1. Servir como presidente da comissão de música. Se a sua igreja não tem uma comissão de música atualmente, agora é uma boa hora para estabelecer uma. Esta comissão pode te ajudar a descobrir talentos e fazer uma escala de músicos para os cultos de adoração. Este grupo também pode trabalhar de forma criativa com você para desenvolver idéias para a expansão dos programas musicais existentes. O grupo deveria consistir de, pelo menos, os seguintes membros: o ministro de música (que serve como presidente), o organista/pianista principal, o pastor, dois membros da igreja (de preferência uma pessoa jovem e uma pessoa mais velha). Dependendo do tamanho da sua congregação, é possível adicionar outras pessoas para contribuir com o programa musical.

 2. Fazer a escala dos músicos para os cultos de adoração. Você precisará fazer os arranjos para ter um organista/pianista e uma música especial para cada semana. Isto exigirá algum planejamento a cada semana e deveria ser agendado com três ou quatro semanas de antecedência, com um telefonema de confirmação para os músicos uma semana antes do culto.

Colocar informações sobre música no boletim da igreja. Uma vez que você tenha feito os agendamentos, entre em contato com o(a) secretário(a) da igreja ou pessoa responsável pela elaboração do boletim com os nomes dos músicos e a seleção de músicas a ser apresentada.

Servir como parte da comissão de adoração. A sua responsabilidade nesta comissão é assegurar que as considerações musicais sobre o culto de adoração sejam levadas em conta. Se você tem idéias para utilizar a música de uma maneira mais efetiva ou para a expansão da música no culto, esta comissão pode discutir e implementar as suas idéias.


Fonte: Publicado originalmente em: http://www.sfcentral.org/resources/ministrydescriptions/mdb26.pdf