Deus Como Músico

por: Otoniel Tavares de Carvalho

Leitura bíblica do dia: I Crônicas 23:5; II Samuel 23:1, 2 e II Crônicas 29:25.

[Onde estavas tu] quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus?” Jó 38:7.

Cantai ao Senhor todas as terras; proclamai a Sua salvação dia após dia.” I Crônicas 16:23.

[Deus] tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos; e me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus; muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no Senhor.” Salmos 40:2 e 3.

Deus ama a música que O louva e adora. Deus aborrece a música que leva o homem a perder a noção do belo, do santo, do puro, do verdadeiro.

Toda música que exalta ao Senhor, e ensina os homens a dar glória a Deus, conduzindo-os pelos caminhos da Verdade e da Salvação, é a música que Deus ama ouvir e quer ouvir. Por outro lado, músicas irritadiças, que agitam o espírito humano, ou que deprimem o espírito humano; música que deturpa o ensino da Bíblia; música que faz movimentar mais o corpo do que o espírito humano; música que explora o lado sensual e sexual, fazendo do corpo um instrumento para pecar contra Deus e contra os homens; essa música Deus aborrece e não deseja ouvi-la ser cantada por um povo salvo pela Graça, justificado pela fé.

Músicas que exaltam amores ilícitos, que incentivam a promiscuidade sexual; músicas que levam o homem à depressão e ao fatalismo, deixando as pessoas com a sensação de que tudo está perdido e não existe mais esperança: essa música Deus aborrece, e não quer que Seu povo, o povo santo, o povo da esperança, a cante, nem dentro nem fora do templo. Esse tipo de música é satânica, de mau gosto, e não glorifica o sendo estético de Deus.


Fonte: http://comentarioes.blogspot.com.br