Deus Como Músico

por: Casa Publicadora Brasileira

Quatro mil porteiros, e quatro mil, para louvarem ao Senhor com os instrumentos, que eu fiz para o louvar, disse Davi” (I Crônicas 23:5, RC).

Tente imaginar a cena acima: quatro mil pessoas tocando instrumentos musicais em louvor ao Senhor. Esse deve ter sido um culto de adoração impressionante!

A expressão artística de Deus não se restringe às artes de representação. Nas Escrituras encontramos que, juntamente com a arquitetura sagrada, a liturgia de Israel foi inspirada pelo Senhor. Deus é também amante da bela música.

Como Davi descreveu a composição dos salmos que Israel usava na adoração? II Samuel 23:1, 2

Davi deixou claro que foi inspirado pelo Senhor ao escrever seus cânticos. Isso não quer dizer que o Senhor tivesse escrito as palavras e as músicas para ele, mas significa que o Senhor Se importava com o tipo de música que era tocada. Caso contrário, por que Ele Se preocuparia em inspirá-la?

Qual foi o papel do Senhor na música utilizada nos cultos de adoração? II Crônicas 29:25

No Antigo Testamento, quando a adoração no templo é relatada, a música é evidente e impressionante. Imagine, por exemplo, a atmosfera de adoração na descrição de I Crônicas 23:5. Quatro mil instrumentos! Não importando como essa música deve ter soado, certamente não era enfadonha nem árida!

É possível argumentar que as dimensões estéticas poderiam ser esperadas na adoração sagrada e que, ao longo da história, todas as nações têm demonstrado isso na adoração aos seus deuses. No entanto, unicamente Israel afirmou que o próprio Deus projetou cada aspecto de Sua adoração, incluindo arquitetura, utensílios, vestes sacerdotais e liturgia. Não pode haver dúvida de que a concepção artística é aprovada na Palavra de Deus. É contra o relato das Escrituras rejeitar a dimensão estética ou negar que ser um artista pode ser uma vocação relevante para o cristão.

Embora não tenhamos a música que acompanhava o culto israelita, ela deve ter sido bela e certamente deve ter elevado os corações ao Senhor. Como a música funciona em nossa igreja hoje? Como podemos ter certeza de que ela também conduz nosso coração ao Senhor, em lugar de nos impelir em outra direção?


Fonte: http://www.cpb.com.br