Acordes – Parte I

Teoria Musical 4 de julho de 2012 3:58 pm

Acorde é a combinação de sons tocados simultaneamente de acordo com algumas regras que veremos a seguir.

Quando falamos de acordes estamos falando de harmonia.

Harmonia é o estudo dos acordes, tanto para produzir as suas combinações de sons quanto para criar progressões de acordes.

Na Idade média os acordes eram formados por combinações de apenas dois sons, mas já no Renascimento a forma dos acordes passaram a ser de três sons, chamados de tríades (acordes de três notas) que se tornou a principal unidade da harmonia.

Até o século XX a tríade foi o elemento básico da harmonia ocidental. A partir do século XIX e início do século XX a dissonância já era mais aceita por alguns compositores (Stravinsky) e os princípios da harmonia triádica já eram questionados, criando outras formas de acordes, por exemplo, baseados em intervalos de quartas (Bartók), métodos atonais e dodecafônico (Schöenberg), entre outros.

Tríade

A tríade se mantém até hoje como o acorde primário da harmonia da música ocidental, mesmo com acordes formados com quatro ou mais sons, que são a extensão a partir da tríade, adicionando outras notas consonantes ou mesmo dissonantes.

A regra de nomenclatura dos acordes ou cifragem também é baseado na formação a partir da tríade.

A tríade é o acorde formado pelo agrupamento de três notas em intervalos de terças (maior ou menor) entre elas.

Obs.:
Terça Maior (3M) = 2 tons
Terça Menor (3m) = 1 tom e meio

De acordo com os intervalos na sua formação as tríades podem ser:

Maior ou Menor: De acordo com a presença dos intervalos de terça maior (Maior) ou terça menor (Menor).

Perfeita, Aumentada ou diminuta: De acordo com a presença dos intervalos de quinta justa (peifeita), quinta aumentada (aumentada) e quinta diminuta (diminuta).

Basicamente as tríades são formadas pelos intervalos de: Tônica – Terça (M ou m) e Quinta (j, aum ou dim)

A superposição de duas terças equivale ao intervalo de quinta.

Exemplo:

  • 3M+3M= 5aum (4 tons)
  • 3M+3m=5j (3 tons e meio)
  • 3m+3M=5j (3 tons e meio)
  • 3m+3m=5dim (3 tons)

Baseado no exemplo acima podemos, de acordo com as combinações de terças superpostas, que é a regra da formação das tríades, obter quatro tipos de formação:

Tríade Perfeita Maior

T…3M…5j – Dó…Mi…Sol – acorde Dó Maior

Tríade Perfeita Menor

T…3m…5j – Dó… Mib…Sol – acorde Dó Menor

Tríade Aumentada

T…3M…5aum – Dó…MI…Sol# – acorde Dó Aumentado

Tríade Diminuta

T…3m…5dim – Dó…Mib…Solb – acorde Dó Diminuto


Próxima Parte

Voltar ao índice

Tags: