O Que é Musicoterapia?

por: Cláudia Drezza Murakami

O que é musicoterapia?

“Musicoterapia é a utilização da música e ou seus elementos (som, ritmo, melodia e harmonia) por um musicoterapeuta qualificado, com um paciente ou grupo, num processo para facilitar e promover a comunicação, relação, aprendizagem, mobilização, expressão, organização e outros objetivos terapêuticos relevantes no sentido de alcançar necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas.

A musicoterapia objetiva desenvolver potenciais e/ ou restabelecer funções do indivíduo para que ele / ela possa alcançar uma melhor integração intra e / ou interpessoal e, em conseqüência, uma melhor qualidade de vida, pela prevenção, reabilitação ou tratamento.” – Federação Mundial de Musicoterapia, 1996

Como funciona?

A Musicoterapia só pode ser realizada por um profissional graduado em Musicoterapia. Ela não é uma terapia alternativa como muitos pensam!! É uma intervenção terapêutica não-verbal, cujo objeto formal de estudo é o comportamento sonoro do indivíduo.

As sessões podem ser individuais ou em grupo, uma ou duas vezes por semana; tudo irá depender do objetivo proposto para o processo terapêutico. Antes de iniciar o tratamento, o paciente irá passar por algumas etapas de diagnóstico como:

  • Entrevista inicial – onde obtemos informações para o tratamento sobre “a história sonora” do paciente e a “Queixa Principal”
  • Ficha Musicoterapêutica – onde colhemos dados sobre o mundo sonoro-musical do indivíduo, desde sua vida intra-uterina, suas preferências e recusas sonoras e musicais
  • Testificação Musical, onde colhemos dados da manifestação sonoro-musical do paciente (o paciente irá tocar ou manipular o instrumento como desejar e qual desejar)
  • Teste projetivo sonoro musical – onde verificamos a reação do paciente em relação a determinadas músicas / sons, com significados simbólicos pré- estabelecidos. Também avaliamos as capacidades e habilidades corporais, motoras e cognitivas do paciente antes de concluir o diagnóstico inicial.

A musicoterapia também trabalha interagindo com diversos profissionais como: psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, etc.

Quais as doenças que o método pode curar?

A Musicoterapia, sendo uma terapia complementar, pode tratar várias patologias exceto a eplepsia musicogênica.

Veja algumas aplicações da Musicoterapia:

  • Educação especial
  • Reabilitação
  • Psiquiatria
  • Geriatria
  • Obesidade
  • Depressão
  • Fobia
  • Ansiedade
  • Stress
  • Patologias
  • Dificuldade de aprendizagem
  • Acompanhamento às mães e pais no pré-natal; método “mãe canguru”
  • Estimulação essencial com bebês em escolas, creches e outras instituições
  • Atendimento em escolas para crianças com T.D.H (hiper-atividade)
  • Atendimento a deficientes mentais e sensoriais;
  • A.V.C. (derrame)
  • Clínicas e hospitais na área da saúde mental
  • Assistência a deficientes em instituições de reabilitação
  • Empresas como prevenção, favorecendo melhor desempenho dos funcionários
  • Spas – auxiliando a redução de ansiedade.

Também serve para tratamentos psicológicos?

Sim, serve para tratamentos psicológicos. Porém nem sempre o foco é psicológico, vai depender da “queixa principal” do paciente.

Pacientes de qualquer idade podem fazer o tratamento?

Sim, podemos trabalhar com gestantes, bebês, crianças, adolescentes, adultos e 3ª idade.

Quanto tempo leva cada tratamento? É feito com medicamentos, dependendo do caso?

Cada tratamento é único, ou seja, o tempo de tratamento só irá depender do retorno que o paciente der ao musicoterapeuta nas sessões. Quanto à pergunta se o tratamento de musicoterapia é feito com medicamentos, a resposta é Não! O musicoterapeuta não está autorizado nem habilitado para medicar, se o paciente tiver que fazer uso de medicação deverá ser receitado por seu médico.

Como alguém se torna um musicoterapeuta?

Musicoterapia é uma área da saúde. Para atuar, é necessário formação superior. O curso de graduação em musicoterapia tem duração de 4 anos e pode ser encontrado, em São Paulo, nas faculdades FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas) e FPA (Faculdade Paulista de Artes). [*]


Sites interessantes:

http://www.portal.fmu.br (site da faculdade FMU)

http://www.fpa.art.br ( site da faculdade FPA)

http://www.apemesp.org/ – Associação de Profissionais e Estudantes de Musicoterapia do Estado de São Paulo

http://www.musicoterapia.mus.br – União Brasileira das Associações de Musicoterapia


Cláudia Drezza Murakami ( [email protected] ) é Musicoterapeuta Clínica e enviou esta colaboração diretamente aos editores do Música Sacra e Adoração, pelo que agradecemos.


Nota dos editores do Música Sacra e Adoração:

O curso de graduação em musicoterapia no Rio de Janeiro tem a mesma duração de 4 anos e só pode ser encontrado (até o momento) no Conservatório Brasileiro de Música – CBM-CEU (Centro Universitário).