Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 10 – Adoração: Do Exílio à Restauração

Esquema para Apresentação da Lição

Pr. David Thomas


Textos: Neemias 1; Jeremias 29:10-14; Ezequiel 8; Daniel 3; Ageu 1; Zacarias 1:1-6


Por todo este trimestre estivemos olhando a adoração, particularmente como ela ocorreu na história do antigo povo de Israel. Nesta semana, estaremos estudando alguns exemplos ocorridos mais tarde na história daquele povo, por volta do grande exílio à Babilônia, tanto antes quanto depois deste. Este período de tempo marca a conclusão de uma longa história de avanços e retrocessos em sua caminhada coletiva com Deus.

  • Ezequiel 8 – Este é um capítulo difícil de ler e contemplar, porque descreve todos os tipos de atos errados que estavam acontecendo dentro das dependências do templo. Neste caso, todos os tipos de rituais e práticas de adoração estavam sendo praticados de maneira contrária às ordens expressas dadas por Deus anteriormente em sua história.
    • Você consegue explicar o processo pelo qual o povo caía tão frequentemente em idolatria?
    • Por que você acha que os líderes eram com tanta frequencia os primeiros a avançar em direção ao erro?
    • De onde vinha a coragem para fazer o que é errado?
    • Note particularmente no verso 12 como ele reflete os pensamentos de que Deus não poderia vê-los.
  • Daniel 3 – Este capítulo é uma história bem conhecida de Nabucodonosor rebelando-se contra Deus através da construção de uma imagem que era expressamente contrária àquela dada anteriormente por Deus em uma visão (veja o capítulo 2). Deus havia revelado uma imagem representativa que era feita de vários metais, indicando a passagem de um reino para outro. Nabucodonosor erigiu uma de puro ouro, indicando uma trajetória diferente.
    • Por que você acha que ele exigiu que todos os seus súditos se juntassem a esta rebelião?
    • Por que você acha que ele estava irado quando os jovens hebreus se recusaram a prostrar-se? Você consegue fornecer várias razões aqui, talvez algumas que não sejam tão óbvias?
    • Você possui o tipo de fortaleza interna, moral, que os três jovens hebreus tiveram? Como você acha que eles a obtiveram?
  • Ageu 1 – Ageu era um profeta que apareceu depois do grande exílio, depois que os exilados haviam sido libertos e voltado para Jerusalém, para ali se estabelecerem uma vez mais naquela terra.
    • O que você aprende neste capítulo a respeito das tuas prioridades?
    • Por que teria sido importante para eles construir o templo em primeiro lugar?
    • Você acha que tais prioridades se aplicam hoje?
    • A liberdade humana é uma coisa altamente valorizada por Deus na Bíblia. As pessoas têm a liberdade de escolher a quem irão adorar. O que elas fazem com esta liberdade é um indicativo de suas prioridades mais profundamente arraigadas.
  • Zacarias 1:1-6 – Uma avaliação altamente crítica da condição de Israel após o exílio. Que pergunta intrigante: “Onde estão agora os seus antepassados?”
    • Com que frequencia realmente aprendemos com as experiências daqueles que se foram antes de nós?
  • Neemias 1 – Nesta capítulo de abertura, encontramos uma das grandes orações da Bíblia. Neemias era um servo do rei em Babilônia, mas ouviu falar das dificuldades do povo para voltar para Jerusalém. Em meio a sua angústia, ele orou a Deus.
    • Por que você acha que Neemias incluiu a si próprio em sua oração, bem ao lado de seu povo?
    • Que tipo de oração é esta?
    • Com que base ele faz seu apelo a Deus?
    • Como você trata esta oração, à luz das condições que tão frequentemente fazem parte de uma profecia?
    • O que faria desta oração uma adoração com a probabilidade de ser ouvida?

Fonte: Good Word


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor