Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 08 – Conformidade, Concessão e Crise na Adoração

Esquema para Apresentação da Lição

Pr. David Thomas


Textos: Gênesis 6:5; Deuteronômio 12:8; Deuteronômio 13:18; I Reis 11:1-13; I Reis 18; Jeremias 17:5-9; Malaquias 3:16-18; Malaquias 4:1-6


Uma das coisas a serem aprendidas a respeito dos seres humanos e a adoração é que temos um grande desejo inato e capacidade para adoração. A verdade é que todos nós adoramos alguma coisa! De fato, nós simplesmente não podemos viver bem até que encontremos alguma coisa à qual podemos ligar as nossas mais caras afeições. Ficar extasiado com alguma coisa, ou devotar a {esta coisa} as nossas melhores e mais profundas atenções, é isso que é adorar. E este elemento na vida é muito poderoso. Se você olhar a história, verá que alguns dos melhores e maiores e mais caros empreendimentos dos seres humanos estiveram relacionados com a adoração.

Dado o grande poder e prevalência da adoração, não é surpreendente descobrir que existe um lado oculto ou um lado negro da adoração. Assim como existe o tipo apropriado de adoração, aquele que suscita o melhor que há em nós, existe também a forma que é a contrafação. Existe um tipo de adoração que nos afasta para longe do bem e da verdade. A lição desta semana nos pede para contemplarmos o lado obscuro da adoração, certamente de maneira a nos dar uma perspectiva mais clara do lado bom.

  • Um bom lugar para adentrarmos esta arena é através de alguns versos em Jeremias 17:5-9. Note a progressão: maldito é o homem que confia no braço da carne; bendito é aquele que confia em Deus; cuidado com o coração humano, pois ele é muito enganoso.
    • Qual é o valor desta advertência?
    • Como esta dinâmica afeta os seres humanos?
    • A falha em administrar esta dinâmica tem levado muitos do bem para o cativeiro do mal.
  • I Reis 11:1-13 nos conta uma história triste, de como o rei Salomão, que era anteriormente um homem muito piedoso, chegou ao ponto em que amou muitas “mulheres estrangeiras”, que não adoravam ao Deus de Israel, e que “lhe perverteram o coração para seguir outros deuses”.
    • Quais foram os efeitos das indiscrições de Salomão?
  • I Reis 12:25-33 nos relata como, depois que o reinado de Salomão havia terminado, o reino foi logo dividido em dois, e desenvolveu-se uma rivalidade que à vezes se tornava muito grave. Parte disto envolveu o estabelecimento de um sistema rival de adoração. Note alguns dos elementos deste sistema rival de adoração:
    • Novos lugares – Betel e Dã
    • Fazer bezerros de ouro como objetos de adoração
    • Festas rivais
    • Altares em lugares altos
    • Uma declaração de Jeroboão de que estes novos deuses eram, de fato, aqueles que haviam tirado o povo da terra do Egito.
  • I Reis 17, 18 e 19 é uma longa seção que nos conta a história de Elias e os profetas de Baal. A demonstração no Monte Carmelo é particularmente informativa. Depois de ler este trecho, note o contraste entre as atividades dos profetas de Baal e as de Elias:
    • Note o drama que durou todo o dia para tentar fazer com que Baal ouvisse!
    • Note o ato dramático de Deus, que enviou fogo do céu.
    • Será que este tipo de coisa realmente estimula o tipo correto de adoração?
  • Citando de I Reis 18:21 – “Até quando vocês vão oscilar para um lado e para o outro [entre duas opiniões]? Se o Senhor é Deus, sigam-no; mas, se Baal é Deus, sigam-no” – as pessoas desde há muito tempo se referem à “mensagem de Elias”.
    • O que você entende que seja esta mensagem?
    • Você incluiria uma mensagem de reforma arrependimento e um chamado à obediência?
  • Se você não tem Deus como um ponto externo de referência, como evitará que a adoração se torne aquilo que é {cultural e socialmente} relevante na atualidade?
    • O que você acha de equilibrar elementos experimentais e cognitivos na adoração?
    • Por que você acha que Israel parece ter caído tão facilmente na idolatria em épocas passadas?
    • Como você acha que as pessoas de hoje podem evitar de cair na idolatria?
    • Você acha que a mudança em si mesma é uma indicação de um desvio para longe de Deus?
    • Como você acha que as práticas de adoração na tua congregação tem mudado para melhor ou pior nos últimos 10 ou 20 anos?

Fonte: Good Word


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor