Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 07 – Adoração nos Salmos

Comentários do Dr. Bruce Cameron


Textos: (Salmos 19; 49 e 73)

Introdução: Você já notou que nossos últimos estudos sobre adoração se concentraram em nossas razões pessoais para adorarmos a Deus? Nós O adoramos por causa do que Ele tem feito por nós! Estas razões pessoais para a adoração trazem lágrimas de alegria e gratidão aos meus olhos. Mas será que estas razões para adorar são “egoístas”? Afinal de contas, Satanás disse a Deus que a adoração de Jó era por motivos egoístas (Jó 1:9-10). E se você acreditar que Deus te abandonou? E se a vida não está indo bem, mesmo quando você acha que tem sido fiel? Vamos mergulhar em nosso estudo da Bíblia para explorar a adoração além de nossas razões pessoais!


I. Os Ímpios e a Adoração

A. Leia Salmos 73:1-3. Por que este seguidor de Deus quase perdeu a sua fé? (Por inveja dos ímpios.)

B. Leia Salmos 73:4-6. Você conhece pessoas assim? Elas vivem bem, tem orgulho de suas conquistas e não deixam ninguém ficar no seu caminho!

C. Leia Salmos 73:9-11. Qual é o relacionamento dessas pessoas orgulhosas com Deus? (Elas fazem declarações espirituais de algum tipo. São populares e bem sucedidas. As pessoas “bebem” aquilo que têm para vender. Na América nós dizemos que “as pessoas estão bebendo seu ki-suco”.) {N.T. – A expressão original “the people are drinking their kool aid.” É usada para se referir a pessoas que estão sendo enganadas por seu líder. “Kool Aid” é um pó, que é acrescentado à água para dar sabor. É bem barato, mas completamente artificial e nunca poderia substituir um suco de frutas verdadeiro.}

1. O que estes bebedores {de ki-suco} dizem a respeito de Deus? (Se as pessoas orgulhosas e bem sucedidas afirmam seguir um caminho espiritual, por que você acha que Deus teria alguma sabedoria ou conhecimento superior?)

2. Você acha que isto é verdadeiro hoje? (O espiritualismo dos astros de Hollywood {ou das novelas} é que qualquer visão da vida (exceto o cristianismo levado a sério) é igualmente válida.)

D. Leia Salmos 73:13-14. Você já seguiu a Deus pensando que isto não estava fazendo bem para você? De fato, estava tornando a tua vida pior? Você está sendo “afligido o dia inteiro” por estar seguindo a Deus?

E. Como você acha que este tipo de sentimento interfere com a adoração? (Você não poderia sentir gratidão com relação a Deus.)

II. Meditando Sobre o Assunto

A. Leia Salmos 73:15. O que impede nosso amigo em dúvida de expressar esses pensamentos em público? (Ele está preocupado que isto afastará outras pessoas de Deus.)

1. Está certo manter silêncio sobre as tuas dúvidas?

B. Leia Salmos 73:16-17. A resposta veio facilmente? (Não. Ele fala que estava achando o problema “muito difícil”. Aparentemente, ele lutou com o assunto.)

1. Há algumas lições atrás, estudamos o santuário. Como ele pode nos ajudar a resolver este problema? (Lembre-se que o santuário é o quadro de Deus sobre o plano da salvação. O cordeiro morre pelo pecado de um ser humano. Jesus, o Cordeiro de Deus, morreu para nos dar a possibilidade da vida eterna.)

C. Vamos continuar nesta linha de pensamento em Salmos 49:10-11. Qual é o destino comum dos sábios e dos tolos? (Eles morrem.)

D. Leia Salmos 49:16-20. Esta é a resposta? Quando estamos sentindo ciúmes dos ímpios que vivem tão bem, deveríamos dizer, “Você vai morrer feito um cachorro e não vai levar nada disso na tua morte”?

1. Que tipo de atitude é esta?

E. Leia Salmos 49:14-15. Uma expressão muito comum é “Vou dormir bastante quando eu morrer”. Isto é a mesma coisa que “Vou triunfar quando eu morrer”?

1. Como você expressaria isso da maneira mais positiva possível? (Esta vida é tudo que os ímpios possuem. Os justos são redimidos por Deus para a vida eterna.)

F. Leia Salmos 73:21-22. Que tipo de cristãos nós somos se duvidamos de Deus e deixamos de estudar a Sua palavra para compreender a Sua vontade? (Animais irracionais; insensatos e ignorantes.)

G. Leia Salmos 73:23-24. O que mais Deus nos oferece, além da vida eterna? (Este texto está na parede do meu escritório. Se estudarmos para compreender a vontade de Deus, Ele nos guiará com Seu conselho aqui na terra e depois nos “receberá com honras”.)

H. Leia Salmos 73:25-26. De que outras maneiras poderíamos justificar a prosperidade dos ímpios? (Os prazeres deste mundo são limitados. O verdadeiro desejo do nosso coração deveria der para Deus. Ele é a nossa força e a nossa riqueza.)

III. A Declaração

A. Vamos mudar um pouco o nosso foco. Até aqui aprendemos que o seguidor de Deus pode achar que o ímpio acumula mais riqueza e mais glórias aqui na terra, mas o cristão tem o conselho e a companhia de Deus agora e a vida eterna mais tarde. Como podemos saber que essas coisas são verdadeiras? Leia Salmos 19:1. O que você acha que os céus declaram a respeito de Deus?

1. Imagine que a nave espacial mais impressionante aparece na tua cidade. Ela não tem qualquer emenda, nenhum parafuso ou rebite aparente. Formada de algum material nunca visto, parte dela é transparente como o vidro. Ela se move com grande poder, mas sem qualquer ruído. O que você diria a respeito das pessoas que a criaram? (Elas são muito mais sofisticadas tecnologicamente do que nós.)

2. Nosso texto diz que os céus são a “obra” das mãos de Deus. O que você deveria concluir a partir disso? (Que Deus os fez.)

3. Para ter uma idéia melhor sobre o que estamos discutindo, você deveria ir ao YouTube, na Internet, e procurar os vídeos de Louie Giglio, que descrevem o tamanho e a maravilha dos céus {como, por exemplo https://www.youtube.com/watch?v=EAzCP8SEKwc ou  https://www.youtube.com/watch?v=cbTMT6SCn3Y (em inglês, sem legendas)}.

4. Um ano luz, a distância que a luz viaja em um ano, é de seis trilhões de milhas, ou 10 trilhões de quilômetros. Louie Giglio fala da Galáxia Whirlpool, que está a 31 milhões de anos luz distante de nós. Ela contém 300 bilhões de estrelas. Então, pense nisto: Deus fez uma coisa que está a 31 milhões de anos luz e contém 300 bilhões de estrelas. Se você fosse adorar um deus, seria um que você fez com as tuas mãos? Ou você adoraria Aquele que fez a Galáxia Whirlpool?

a. Falando de nossas mãos, se eu te pedisse para criar uma galáxia a 31 milhões de anos luz de distância, como você começaria?

B. Leia Salmos 19:2-4. Nós falamos sobre o que concluiríamos a respeito das pessoas que construíram a nossa nave espacial imaginária. O que as pessoas estão ouvindo do universo atualmente?

1. Você já notou que quanto maior o número de pessoas que moram em uma área, menos claro o céu aparece?

2. Nosso texto diz {na versão Almeida} que “uma noite mostra sabedoria a outra noite”. Em que sentido isto é verdade? (Os céus demonstram não apenas intelecto e ordem, eles demonstram um poder e recursos além de nossa compreensão.)

3. Quem é incapaz de ouvir as mensagens de Deus? (Ninguém. Elas são ouvidas em cada linguagem e em todas as partes do mundo.)

a. Você acha que esta é a razão pela qual Deus criou os céus?

C. Leia Salmos 19:5-6. Em que sentido o sol é um noivo? (Em um casamento, nós nos concentramos na noiva e no noivo. A noiva coloca as suas esperanças no sucesso do noivo. Nossa terra é dependente do calor e da luz contínua do sol.)

IV. A Ligação Entre os Céus e a Lei

A. Leia Salmos 19:7-8. Por que Davi muda de assunto, dos céus para a lei? Oi Davi está falando do mesmo assunto? (Ele está mudando da astronomia para a teologia, das estrelas para os Dez Mandamentos. Mas ambos operam pelo mesmo conjunto de leis.)

B. Vamos ligar isto ao nosso debate anterior. Qual é o problema enfrentado pelo ímpio? (Eles não estão seguindo a lei de Deus. Eles perdem Seus conselhos e Sua companhia na terra; a vida na terra é tudo o que eles “desfrutam”.)

1. Como podemos saber que aquilo que acreditamos a respeito de Deus e Sua lei é verdade? (Se Deus é competente para criar as leis que governam os céus, podemos ter confiança em Suas leis, que governam as nossas vidas.)

2. Note o que Davi diz a respeito da lei – que ela é perfeita. As leis que controlam os céus são perfeitas? (Isto é uma coisa maravilhosa. Evolucionistas compreendem que os céus seguem leis que podem ser expressas matematicamente. Podemos predizer onde os planetas e estrelas estarão no futuro, e determinar onde estavam há séculos atrás. Como resultado, aqueles que defendem que o acaso e a seleção natural são os responsáveis pela criação do universo e tudo o que ele contém, também compreendem que o universo é governado por leis confiáveis. Isto não faz sentido.)

C. Amigo, Davi diz que a lei transforma os “inexperientes” em “sábios”. Você gostaria de ser sábio? Se você já é muito inteligente, imagine o que a lei de Deus faria por você! Deus admite que algumas pessoas que O rejeitam se darão bem. Mas, se somos sábios o bastante para vermos o quadro completo, veremos que os ímpios são um grupo triste. Eles estão sem o conselho e a companhia de Deus, tanto agora quanto eternamente. Amigo, você vai escolher hoje estar entre aqueles que buscam andar com Deus?


Direito de Cópia de 2011, por Bruce N. Cameron, J.D. Todas as referências das Escrituras são da Bíblia de Estudo na Nova Versão Internacional (NVI), editada em 2003 pela Editora Vida – São Paulo, a menos que indicado de outra forma. As citações da NVI são usadas com permissão. As respostas sugestivas encontram-se entre parênteses. As frases entre chaves { } foram acrescentadas pelo tradutor e não constam no original.

Tradução: Levi de Paula Tavares


Fonte: http://brucecameron.blogspot.com


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor