Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 05 – Você é Feliz, Ó Israel!

Comentários do Dr. Bruce Cameron


Textos: (Levítico 9-10; Romanos 8; I Samuel 15)

Introdução: Na semana passada, vimos o santuário construído durante o êxodo do povo de Deus do Egito. A partir deste santuário, e do original no céu, aprendemos várias lições a respeito do desejo de Deus de estar conosco e nos salvar da morte eterna. Nesta semana voltamos a nossa atenção para o início das práticas e procedimentos ligados ao santuário, para vermos o que mais podemos aprender a respeito do plano de Deus para nós. Vamos mergulhar em nosso estudo da Bíblia!


I. Fogo Amigo

A. Leia Levítico 9:1-4. De quem era exigido possuir uma oferta? (De todos. Tanto aos líderes quanto às pessoas comuns foi ordenado que trouxessem ofertas.)

1. Note que Arão deve trazer primeiro a sua oferta. Por que é desta maneira? (Arão era o sumo sacerdote. Portanto, antes que Arão pudesse ministrar em favor dos outros, ele deveria entrar em um relacionamento adequado com Deus.)

2. Quais ofertas foram trazidas? (Oferta pelo pecado, holocausto {oferta queimada}, oferta de comunhão e oferta de cereal.)

a. Pense a respeito destes diferentes tipos de ofertas. Qual era o propósito de cada uma delas? (Uma oferta era para lidar com o problema do pecado. Outra era para mostrar que algo foi doado voluntariamente. A terceira, de acordo com um comentário, era “uma festa sagrada”. Esta era a oferta de comunhão. A oferta de grãos era (em alguns casos) uma farinha, a qual eu presumo que se queimava facilmente, criando (conforme Levítico 2:2) um “aroma agradável ao Senhor.”)

3. Não funcionamos mais sob o sistema sacrifical, mas quais princípios para a adoração encontramos aqui? (Nossa primeira preocupação é cuidar do nosso problema com o pecado, através da confissão e o abandono do pecado. Nosso próximo contexto é reconhecermos e abrirmos mão do nosso egoísmo. Em seguida, temos o aspecto da comunhão na adoração. Finalmente, temos o doce deleite de um relacionamento correto com Deus.)

B. Leia Levítico 9:5-6. As pessoas teriam que fazer isso para ver a glória de Deus? (Sim. Lembre-se que aprendemos na semana passada que Deus quer habitar com Seu povo. Deus quer estar conosco, enquanto O adoramos. Mas a adoração não é passiva. Deus tem exigências, as quais Ele deu ao Seu povo como uma condição para que Sua glória apareça a eles.)

C. Levítico 9:7-21 descreve como estas diferentes orientações foram cumpridas. Vamos ler Levítico 9:22-24. Como Deus demonstra a Sua aceitação destas ofertas? (Sua glória aparece ao povo e Seu fogo consome as ofertas.)

1. Como o povo reagiu a isto? (Eles gritaram de alegria e prostraram-se, com o rosto em terra.)

D. Algumas pessoas declaram que, na igreja, devemos ser muito solenes, porque somos pecadores e estamos na presença de um Deus santo. Como deveríamos entender a alegria, os gritos e o fato destas pessoas terem se prostrado? (Seus sacrifícios foram aceitos. Elas estavam na presença o seu Deus. Isto lhes deu grande alegria, a qual eles expressaram com um grito. {Porém,} sem dúvida, eles se prostraram porque eram seres humanos na presença da glória de Deus.)

1. Você consegue se lembrar quando se sentiu “gritando de alegria” por causa do perdão de Deus aos seus pecados e Sua aceitação com relação a você?

a. Se você não consegue se lembrar de um momento assim, por que não?

E. Leia Romanos 8:1-4. De que Jesus é chamado? (De “oferta pelo pecado”.)

1. Por que era necessário que Jesus fosse sacrificado? (Romanos 8:3 nos diz que a lei, por si mesma, não pode nos salvar por “estar enfraquecida pela carne” {ou seja, a nossa natureza pecaminosa}.)

a. A qual natureza pecaminosa a Bíblia está se referindo aqui? (A minha! A tua!)

F. Leia Romanos 8:12-17. Depois que aceitamos Jesus como a nossa oferta pelo pecado, o que acontece em seguida? (Pelo poder do Espírito Santo, “[fazemos] morrer os atos {pecaminosos} do corpo”. Nós “participamos dos sofrimentos [de Jesus]”.)

1. O que aprendemos que eram as segundas ofertas feitas em Levítico 9? (Os holocaustos {ou ofertas queimadas}. Elas representam abrir mão de alguma coisa. Estas eram ofertas de abnegação. Abrir mão de nossas preferências pecaminosas. Aceitarmos que temos que compartilhar dos sofrimentos de Jesus.)

G. Leia Romanos 8:18-19 e Romanos 8:26-27. Qual era a terceira oferta em Levítico 9? (Comunhão, ou uma oferta pacífica.)

1. Como isto é refletido aqui {neste texto}? (Deus envia Seu Espírito Santo para habitar conosco, trabalhar conosco e interceder por nós.)

2. Lembre-se como a culminação do processo e dos procedimentos de Levítico foi a glória do Senhor aparecendo diante do povo. Qual é o paralelo em Romanos 8:18? (Dois paralelos: a glória de Deus é revelada em nós e a criação aguarda a Segunda Vinda de Jesus.)

H. Leia Atos 2:1-3. Como a glória de Deus se manifestou? (Em fogo!)

I. Retroceda um momento e considere o que já estudamos. Por que Deus iniciou o sistema do santuário? Por que não mandar Jesus imediatamente e passar por cima dos processos e procedimentos levíticos? (Lembre-se que na semana passada eu contei a história do meu patrão, que desenhava figuras para mim? O sistema do santuário é o grande quadro de Deus sobre o plano da salvação. Infelizmente, a maior parte do povo de Deus rejeitou Jesus mesmo tendo este quadro. Além disso, o santuário é mais do que um quadro. Hebreus 8:1-2 nos ensina que ele reflete a realidade que está no céu.)

II. Fogo Não Amigo

A. Leia Levítico 10:1. Parece que este evento segue-se ao grande momento de alegria que acabamos de debater. O que você acha que estes filhos fizeram, que violou as ordens de Deus? (Leia Êxodo 30:7-9 e Levítico 16:12. A natureza do “fogo não autorizado” não é clara, mas parece que eles não seguiram as instruções para o fogo que utilizaram.)

B. Leia Levítico 10:2-3. Fogo veio da parte de Deus novamente, mas desta vez consumiu os sacerdotes, em vez do sacrifício. Por que isto ocorreu? (Eles desobedeceram e desonraram a Deus.)

C. Leia Levítico 10:4-6. Lemos anteriormente que Arão “ficou em silêncio”, e agora Moisés diz a Arão que ele não deveria lamentar a perda de seus filhos. Por quê? (Se Arão pensasse que seus filhos não fizeram nada de errado, ele teria protestado. Deus não queria que a tristeza de Arão sobre a morte de seus folhos fosse interpretada pelo povo como uma rebelião contra o castigo de Deus.)

D. Leia I Samuel 15:22-23. Samuel traz essas más notícias ao rei Saul, que ele perderia seu reino, porque havia desobedecido a Deus. Este exemplo ultrapassa a cruz e Romanos 8? (A primeira resposta parece ser “não”; Romanos 8:3 me ensina que esta minha natureza pecaminosa me torna incapaz de guardar a lei. Mas, note em I Samuel 15:23 as razões para a rejeição de Saul: rebelião e arrogância. Romanos 8:12-14 nos diz que se vivemos guiados por este tipo de atitude, morreremos.)

E. Os filhos de Arão estavam no processo de {oferecer} sacrifícios, mas morreram. Compare as nossas histórias sobre o fogo amigo e o fogo não amigo. Que lições podemos extrair delas? (Temos duas escolhas. O fogo pode consumir os nossos pecados ou a nós. Esta é uma escolha séria, com conseqüências sérias. Fazer a escolha certa traz alegria. Fazer a escolha errada traz tristeza e morte eterna.)

F. Leia Levítico 10:8-9. O que este texto sugere sobre a causa do pecado dos filhos de Arão? (Sugere que eles possivelmente estiveram bebendo. Na celebração do fogo amigo, eles começaram a beber – o que os levou a estarem menos alertas, menos cautelosos e menos cuidadosos do de veriam estar.)

1. Que lições podemos extrair disto? (Deus procura a alegria na adoração, mas também espera que Suas palavras sejam consideradas com seriedade.)

G. Leia Levítico 10:10-11. Qual é o nosso objetivo em distinguir o que é santo do que é comum? (Tem a ver com honrar a Deus. A reclamação de Deus (Levítico 10:3) era que Ele havia sido desonrado. O objetivo da nossa adoração deveria ser honrar a Deus.)

1. Esta lição se aplica à nossa vida fora da igreja? Estamos constantemente em uma missão para distinguir entre o impuro e o puro? (Leia Romanos 8:5. Romanos nos ensina que o objetivo da nossa vida é ter a mente voltada para “o que o Espírito deseja”. Isto significa aquilo que é “puro”, conforme Levítico 10:10)

H. Você já avaliou o teu culto de adoração para ver se ele honra a Deus? O teu culto de adoração é considerado com seriedade, ou é montado {às pressas} com pouca consideração ou planejamento?

1. E a tua vida? Ela honra a Deus?

I. Amigo, vimos que Deus é representado pelo fogo. Deus está no fogo que simboliza Sua presença e traz alegria. Mas, Deus também está no fogo que consome os pecadores. Graças a Deus, porque somos salvos pela graça. Mas esta salvação exige uma decisão – uma decisão de viver pelo (fogo do) poder do Espírito Santo e não pela nossa natureza pecaminosa. Você vai escolher hoje o fogo amigo?


Direito de Cópia de 2011, por Bruce N. Cameron, J.D. Todas as referências das Escrituras são da Bíblia de Estudo na Nova Versão Internacional (NVI), editada em 2003 pela Editora Vida – São Paulo, a menos que indicado de outra forma. As citações da NVI são usadas com permissão. As respostas sugestivas encontram-se entre parênteses. As frases entre chaves { } foram acrescentadas pelo tradutor e não constam no original.

Tradução: Levi de Paula Tavares


Fonte: http://brucecameron.blogspot.com


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor