Estudos Bíblicos: Adoração – Lição 05 – Você é Feliz, Ó Israel!

Comentários de Amarildo Martins Ferreira


Texto Central: “Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo! Ai dos que são sábios a seus próprios olhos e prudentes em seu próprio conceito!” (Isaías 5:20, 21)


Sábado à Tarde
Introdução

Continuando a lição que fala sobre a adoração, vamos dar continuidade a este assunto durante esta semana. É importante sempre aprender a adorar a Deus, qual a forma de adoração e por qual motivo devemos adorá-lO. A grande verdade é que a adoração deve ser uma resposta ao amor de Deus pelo ser humano. Analisando a história de Israel, vamos aprender muitas coisas importantes quanto à forma de adorar Aquele que nos criou e nos redimiu.


Primeiro Dia da Semana
A Consagração
(Levítico 9)

1. Como os rituais em Levítico nos ajudam a compreender a obra da expiação e as razões que temos para adorar a Deus? Levítico. 9.

Os rituais que envolviam sacrifícios apontavam para Cristo e sua obra de expiação em favor do povo. Era ensinado a eles que Cristo viria para validar todo aquele ritual com Sua própria morte. O povo diante da obra de expiação, da manifestação da glória de Deus (aceitando o sacrifício oferecido) e seu significado adorou a Deus com alegria e reverência. Devemos expressar em nossas igrejas a mesma forma de adoração, com alegria, sem, contudo, perder a reverência e o respeito por Deus e por tudo aquilo que Ele nos pede para fazer.


Segundo Dia da Semana
Fogo do Senhor
(Levítico 10:1-11; Êxodo 30:9; Levítico 16:12; Levítico 10:9)

2. Leia a história de Nadabe e Abiú em Levítico. 10:1-11.Quem eram eles? Qual foi o pecado deles? (Compare com Êxodo. 30:9, Levítico. 16: 12; 10:9). Depois do que aconteceu no capítulo anterior, que significado é encontrado na forma pela qual eles morreram? Que importante lição do evangelho podemos aprender dessa história trágica?

No estudo de domingo vimos a forma correta de adorar a Deus sendo obedientes a Ele e adorando-O com alegria e reverência. Hoje, vamos ver uma forma incorreta de adorá-lO e suas consequências. Vamos ver a história de Nadabe e Abiú, filhos de Arão. Eles ofereceram fogo estranho, fogo que não tinha sido tomado do altar dos holocaustos, não era sagrado. Isto foi um desrespeito grave a Deus, principalmente após alguns dias atrás Israel ter visto a grande manifestação do poder de Deus, sendo que eles estavam presentes e participando corretamente do ritual. Após a manifestação divina se corromperam. O fato da proibição da bebida neste contesto sugere que os sobrinhos de Moisés estavam embriagados quando ofereceram fogo estranho, mostrando assim desprezo pelas coisas santas. O mesmo fogo que purifica o pecador do pecado quando há adoração, respeito e reverência, também destrói aqueles que se apegam à transgressão.


Terceiro Dia da Semana
Você é Feliz, ó Israel
(Deuteronômio 33:26-29)

3. Leia Deuteronômio. 33: 26-29. Como as palavras de Moisés podem nos ajudar a entender melhor o que significa adorar o Senhor? Que verdades e princípios podemos aplicar na medida em que procuramos conhecer o que é a verdadeira adoração?

Nas palavras inspiradas de Moisés podemos reconhecer a supremacia universal de Deus. Podemos reconhecer que nada é superior a Ele; que tudo está sob Seus pés. Existe também no texto a promessa de abundância, de provisão com relação as nossas necessidades, de proteção e cuidado contra os inimigos e herança eterna para aqueles que reconhecem Deus como Salvador. Adorar a Deus é crer, é reconhecer que não há outro deus que possa fazer e cumprir tais promessas. Na verdade temos motivos vitais para adorá-lO pelo que já fez por nós, embora prometa fazer mais e mais.


Quarto Dia da Semana
Uma Atitude de Entrega
(I Samuel 1)

4. Leia a história de Ana, em I Samuel 1. O que podemos tirar de sua experiência para compreender o significado da adoração e como devemos adorar o Senhor?

Adorar a Deus envolve entrega. A história de Ana nos ensina isto. Ela foi agraciada por Deus, pois era estéril e Deus operou o milagre em sua vida abrindo a sua madre. Ela teve um filho e ofereceu-o ao serviço do Senhor, o mesmo fazendo Deus com relação a Jesus; entregou-O para ser sacrificado ao nosso favor. Ana mostrou que adorar é entregar o melhor que se tem a Deus. Hoje, entregar o nosso coração a Deus é a melhor forma de adoração, pois aquele que faz o que agrada a Deus o faz com espontaneidade e alegria.


Quinto Dia da Semana
Adoração e Obediência
(I Samuel 15:22-23)

5. Que princípio fundamental podemos tirar do texto de I Samuel 15: 22-23? A respeito do que constitui a verdadeira adoração? Que advertência encontramos nele? Como podemos ter certeza de que não somos culpados dessa atitude?

Não adianta renunciarmos ao mundo para seguirmos os passos de Jesus, servir à Deus e sacrificar se o fizermos da nossa maneira. Saul não deixou de sacrificar, de ofertar, de ouvir a voz de Deus, mas ele fazia tudo da sua maneira e isso desagradou a Deus. Adorar envolve obediência. Nunca devemos nos esquecer de que a obediência precede o sacrifício. Quando somos obedientes e nos entregamos completamente a Deus, todas as nossas ofertas de sacrifícios serão resultado de nossa comunhão com Ele.


Sexto Dia da Semana
Estudo adicional

Quando reconhecemos o verdadeiro sentido da adoração e o porquê adorar a Deus; quando confiamos no Senhor e cremos nEle, O Criador já deu evidências de Seu amor, proteção e cuidados, para conosco. Teremos prazer em sermos obedientes, adorando-O da maneira correta e experimentando a verdadeira alegria.


Fonte: Publicado originalmente em http://mensageirorp.com.br


Índice Geral por Tema

Índice Geral por Autor