A Atmosfera de Louvor

por: Dr. Bruce Cameron

Textos: (Mateus 6; I Crônicas 29)

Introdução:

Deus seja louvado! Logo depois da meia-noite, irrompeu um incêndio na primeira casa, de uma fila de seis casas, entre o lugar onde moro a e praia. Um forte vento impulsionou o fogo, de maneira que este consumiu rapidamente uma casa após a outra. Era certo que nosso condomínio, que fica a apenas 5 metros da última casa, estava condenado. Minha esposa, filha e eu oramos, os bombeiros lutaram com as chamas e o fogo foi dominado na última casa! O fogo chegou a escavar um buraco na cerca entre a casa e nosso condomínio! Nossos corações estão cheios de intensa gratidão e louvor. Vamos explorar o que a Bíblia nos ensina acerca do louvor por parte de Seu povo!

I. Modelo de Louvor

A. Leia Lucas 11:1. Observe com profundidade a solicitação do discípulo. O que ele estava pedindo a Jesus? (Como devemos nos dirigir a Deus? O que devemos dizer quando estamos falando com Deus?)

B. Leia Lucas 11:2. Qual é o primeiro ponto que Jesus enfatiza quando nos dirigimos a Deus? (Santo é o Seu nome. O primeiro ponto é louvar a Deus!)

C. Leia Mateus 6:10. O que esta parte da oração do Senhor presume? (Que existe um conflito entre o bem e o mal. O céu de Deus está vindo à terra para resolver este conflito.)

1. Há algum louvor nisto? (Sim! Deus tem um modo superior de vida. O modo de vida superior de Deus será vencedor – e estamos pedindo que isto aconteça agora.)

2. Volte um momento. Que oportunidade de louvor encontramos no conflito e na vinda do Reino de Deus? (Se estou orando para que a vontade de Deus seja feita na terra, então estou procurando fazer com que meus pensamentos e minhas ações estejam alinhadas dom o lado de Deus neste conflito. Portanto, meus pensamentos e minhas ações deveriam trazer glória a Deus. Se isto é verdade, esta é uma forma de louvor a Deus.)

D. Leia Mateus 6:11. Existe algum aspecto de louvor neste texto? (Reconhecemos Deus como a fonte de nossa existência, o supridor de nossas necessidades diárias.)

1. Quais hábitos de louvor você tem, em conexão com o “pão nosso de cada dia”? (É apropriado agradecer a Deus antes de comermos. Isto é parte de uma vida de louvor.)

E. Leia Mateus 6:12. Pensar sobre meus pecado é desanimador. Existe uma oportunidade de louvor nisto? (Jesus não está nos pedindo para ficarmos meditando em nossos pecados; Ele está pedindo que meditemos na oportunidade de perdão. Este é um dos mais poderosos motivos para louvar – nosso deus morreu por nós para permitir que escapemos da pena de morte pelos nossos pecados.)

1. Note que pedir perdão por nossos pecados não é o que Jesus menciona em primeiro lugar em Sua oração modelo. Por que isto? (Alguns cristãos pensam que deveríamos meditar solenemente em nossos pecados. Jesus começa com o louvor a Deus e somente (bem) mais tarde chega ao assunto dos nossos pecados.)

2. A segunda parte desta frase menciona o perdão àqueles que têm pecado contra nós. Você pode ver louvor nisto? (Ter uma atitude de perdão com relação àqueles que têm pecado contra nós reflete o amor de Deus. Desta maneira damos glória a Deus por ter perdoado os nossos pecados.)

F. Leia Mateus 6:13 e Tiago 1:13-15. Como você pode conciliar estes dois textos aparentemente contraditórios?

1. Leia Salmos 141:4. Como este texto lança mais luz sobre o assunto? (Davi diz “Não permitas que o meu coração se volte para o mal”. Tiago explica que Deus “a ninguém tenta”. Mas, deus nos auxilia a escapar da tentação e do mal. Penso que Jesus está orando para que Deus nos pare no ponto mais inicial da tentação.)

2. Se você ora “não nos deixe cair em tentação”, o que estaria pedindo a Deus? (para nos conceder desejos corretos e nos ajudar a controlar nossos maus desejos.)

a. Como isso nos livra do mal? (Novamente, Tiago nos diz que não caímos acidentalmente no poço do pecado. Ao contrário, isto é um processo que começa com os maus desejos. Se, pelo poder do Espírito Santo, temos nossos pensamentos sob controle, evitaremos as más conseqüências que brotam dos nossos pecados.)

3. De que outra maneira Deus nos livra do mal? (O que dizer do fogo que parou exatamente ao lado do meu condomínio?! Veja Salmos 91:9-11. Mas veja Hebreus 11:35-38. Estamos certos em orar a Deus pedindo por livramento dos males da vida. Deveríamos orar por este tipo de livramento.)

II. O Louvor de Davi

A. A Bíblia registra muitos louvores do rei Davi. Vamos estudar aquele que ele fez ao final de sua vida. Por que esta seria o melhor louvor para considerarmos? (Você tem a perspectiva do tempo e da experiência – uma vida vivida dentro e fora da vontade de Deus.)

B. Leia I Crônicas 29:10. Que razão Davi dá para louvar a Deus? (Nestas linhas, Davi louva a Deus pelo que Ele é.)

1. Como isto se compara com Mateus 6:9? (Jesus e Davi iniciam seus louvores exatamente da mesma forma – louvando a Deus pelo que Ele é.)

C. Leia I Crônicas 29:11. O que acerca de Deus Davi está louvando aqui? (Deus é o Rei do céu e da terra.)

1. Como isto se compara com Mateus 6:10? (Novamente, temos um paralelo com a oração do Senhor.)

D. Leia I Crônicas 29:12-13. Que outras razões Davi dá para louvar a Deus? (Em seguida, Davi louva a Deus por compartilhar conosco a Sua honra, riqueza e glória.)

E. Leia I Crônicas 29:14-15. Por que a generosidade de Deus é tão surpreendente? (Normalmente presentes são dados para encorajar a pessoa que recebe o presente a fazer algo em troca. Não temos coisa alguma para dar a Deus, que Ele não nos tenha dado antes!)

1. Você já ouviu falar em re-presentear?

2. Leia Mateus 6:11. Que paralelo encontramos com o louvor de Davi? (Tanto Jesus quanto Davi nos encorajam a louvar a Deus por nos conceder bênçãos materiais.)

F. Leia I Crônicas 29:17-18. Que paralelos você encontra em Mateus 6:13? (Os dois textos falam de uma vida de integridade. Louvamos a Deus por obediência à Sua vontade.)

III. Tempo de Louvar

A. Leia Salmos 92:1-3. Quando deveríamos louvar a Deus? (A cada dia! Pela manhã e à tarde.)

1. O que a música tem a ver com o louvor? (Música é um dos melhores veículos, na minha experiência, para elevar meu coração em louvor a Deus.)

B. Leia Êxodo 20:8-11. Que ligação o sábado tem com o louvor? (O Sábado é um momento especial quando louvamos a Deus por ser o Criador do céu e da terra.)

1. Como este texto se relaciona com Mateus 6:10: “Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.” (O Sábado não é apenas um tempo para celebrar o ato histórico de Deus na criação, é tempo para celebrar a recriação futura por Deus. Celebramos o tempo quando a vontade de Deus será feita, assim na terra como no céu.)

C. Leia I Coríntios 11:23-26. O que quer dizer “anunciar a morte do Senhor até que ele venha”? (Não creio que se trata apenas de contar a história. Penso que isto inclui um elemento de louvor. Quando celebramos a Comunhão / Ceia do Senhor / Eucaristia, estamos louvando a Deus por Sua vitória sobre o pecado e a morte por Sua morte em nosso lugar!)

D. Amigo, você vive em uma atmosfera de louvor? Você ora a oração do Senhor e considera o louvor que há nela? Ora a Deus pela manhã, à tarde antes de cada refeição? Separa o santo Sábado para o louvor? Celebra a ceia do Senhor como louvor pela vitória do Reino de Deus na terra? Se não, por que não decidir hoje a viver completamente na atmosfera de louvor?


Tradução: Levi de Paula Tavares em Maio/2010